24 de jul de 2014

Mais um suspeito de envolvimento na morte de capoeirista é preso em Senhor do Bonfim

Redação Portal Clériston Silva PCS

Apontado como um dos autores do assassinato do professor de capoeira Edigar Paz, em Senhor do Bonfim, Cristiano Terra Nova dos Santos, o “Baiga”, 38 anos, teve o mandado de prisão temporária cumprido, na manhã desta quinta-feira (24), por investigadores da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Depin), e da Delegacia Territorial local (DT). O crime ocorreu na madrugada do dia 22 de junho, após Edigar sair de uma festa junina, sendo atingido por vários tiros.

Cristiano foi localizado pelos policiais na casa de Josemar Silva Costa, o “Conan”, 38, autuado em flagrante pelo crime de favorecimento pessoal, por ter escondido um foragido da Justiça. Outros envolvidos no homicídio do professor de capoeira, identificados como Murilo Xisto, Diego Onofre Terra Nova, Samara Reis e Paulo Terra Nova, também tiveram as prisões decretadas e são procurados.

O Crime - A confusão que resultou na morte de Edigar começou quando um amigo do suspeito do crime tentou beijar à força uma amiga da vítima, durante uma festa de São João. A mulher reagiu jogando um copo de bebida no rapaz, que por sua vez, deu um soco no rosto dela.

Segundo a polícia, Edigar resolveu ajudar a amiga, mas acabou machucado e decidiu ir em casa para tomar um banho, antes de voltar a festa. O suspeito e cinco amigos resolveram seguir a vítima e, quando Edigar saiu de casa, eles se aproximaram e um deles atirou. Edigar morreu no local.

Ainda de acordo com a polícia, o coordenador da delegacia de Senhor do Bonfim investiga quem foi o autor do disparo que matou o professor de capoeira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário