_

_

29 de ago de 2015

28 de ago de 2015

Corpo em estado de decomposição é achado às margens da BR-116, em Tucano

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Um trabalhador rural encontrou um corpo de um homem em estado de decomposição, às margens da BR-116, em Tucano, na manhã desta quinta-feira (27).

De acordo com a Polícia Civil do município, a investigação ainda não sabe a causa da morte e não descarta as hipóteses de homicídio e morte natural.

A perícia informou que o cadáver estava há alguns dias no local e sem documento, o que dificultou a identificação.

Um boletim de ocorrência de morte suspeita foi registrado na Delegacia de Tucano e os policiais aguardam um laudo da polícia técnica para saber mais detalhes da morte.

A Polícia Civil ainda afirmou que vai levantar os boletins de ocorrência de desaparecimento feitos em Tucano e região para tentar identificar a vítima. O cadáver foi encaminhado ao DPT de Euclides da Cunha.

Corpo sem identificação foi encontrado às margens da BR-116, em Tucano

Mãe e filha morrem atropeladas em Jeremoabo

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Cristiniana Maria de Souza Santos, de 47 anos, e sua filha, Suelita de Souza Santos, de 20, morreram e 16 pessoas ficaram feridas, no fim de tarde desta quinta-feira (27), durante um grave acidente, no município de Jeremoabo, a 217 km de Serrinha.

De acordo com informações da polícia, as vítimas fatais estavam atravessando uma pista por volta das 18h quando foram atingidas pelo ônibus. Devido ao impacto da batida as vítimas tiveram morte instantânea.

Conforme a polícia, o veículo ainda chegou a cair em uma ribanceira. As vítimas foram socorridas pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e encaminhadas ao Hospital Geral de Jeremoabo.

A polícia ressaltou que as causas do acidente estão sendo investigadas e que o condutor do veículo ainda não prestou esclarecimentos.

Os corpos de mãe e filha foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Paulo Afonso. Não há informações sobre os sepultamentos.

Cristiniana, de 47 anos, e sua filha, Suelita, de 20, morreram após um acidente 

Vítimas andavam pelo acostamento da via quando foram atingidas pelo ônibus

Dupla é presa ao tentar assaltar agência dos Correios de Sapeaçu

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Rafael Freitas Nascimento, 20 anos, e Spartarco Saul Conceição de Avilar, de 21 anos, foram presos pela polícia de Sapeaçu, a 155 km de Serrinha, nesta sexta-feira (28) quando tentavam assaltar uma unidade dos Correios.

Rafael, que é de Salvador, e Spartaco, morador de Pojuca, declararam aos policiais que iriam roubar um carro após o delito para fugir do local. Segundo o site Bahia na Mídia, eles estavam vestidos com fardas da rede estadual de ensino e foram surpreendidos com o cerco montado pela PM após o anúncio do roubo.

Com os suspeitos foram encontrados uma pistola e um revólver calibre 38, além de grande quantidade de munição. Eles estão detidos na delegacia da cidade e aguardam determinação judicial.

Após agredir mulher, homem tenta subornar PMs em Ponto Novo

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Um homem foi detido por agressão e tentativa de suborno, no município de Ponto Novo, município situado a 197 km de Serrinha. O flagrante foi realizado por policiais da 5ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar, na quarta-feira (26).

De acordo com informações da PM (Polícia Militar), o suspeito ainda tentou fugir, pulando muros de casas vizinhas, mas foi alcançado pelos policiais.

Na ocasião, O suspeito estava sob posse de um papelote de cocaína e ainda tentou se livrar do flagrante oferecendo R$ 1.500,00. Diante dos fatos, o homem foi encaminhado à DT (Delegacia Territorial) de Ponto Novo, onde foi autuado em flagrante.

Suspeitos tentam roubar mercado, fazem refém e são presos em Ubaíra

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Dois homens foram presos em flagrante ao tentarem roubar um mercado por volta das 9h desta sexta-feira (28), no município de Ubaíra, a cerca de 258 quilômetros de Serrinha. Durante a ação, os bandidos fizeram uma mulher refém.

Segundo informações da delegacia da cidade, a vítima foi liberada por um dos suspeitos após negociação com a polícia. Ninguém ficou ferido.

Inicialmente, os homens anunciaram o assalto dentro do mercado, que comercializa produtos agrícolas. Em seguida, fizeram uma mulher refém, quando Polícia Militar chegou ao local. Um dos criminosos tentou fugir, mas foi detido minutos depois.

Conforme a polícia, os suspeitos foram presos e conduzidos para a delegacia da cidade, onde estão sendo ouvidos e aguardam a chegada do coordenador da unidade para registrar o termo de prisão.

Homem é preso em Alagoinhas suspeito de aplicar golpes em empresas de crédito

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Um homem, natural de Sergipe (SE), foi preso em flagrante na quinta-feira (27), na cidade de Alagoinhas, a cerca de 109 quilômetros de Serrinha, suspeito de aplicar golpes em empresas de crédito financeiro. Segundo informações de Álvaro Schramm, titular da 1ª delegacia da cidade, com o homem foram encontrados documentos falsificados.

"O flagrante ocorreu por volta das 15h30. Ele [suspeito] preenchia uma proposta de empréstimos em nome de outra pessoa. Ele estava portando três RGs falsificados com fotos dele, além de estar em posse de comprovantes de residências e de renda em nome de várias pessoas. Também tinham cartões de crédito", informou o titular nesta sexta-feira (28).

Conforme Schramm, o suspeito Antônio Cezar Neves Santos, de 48 anos, confessou ter aplicado golpes em várias cidades do estado. "Ele chegava com o documento falsificado, apresentava a financeira e conseguia os empréstimos. Em seguida, movimentava e não honrava. Ele é de Aracaju", revelou. O titular ainda informou que, quando consultado, foi verificado que o suspeito possuía dois CPFs em nome dele. "Um dos, o César era com 's' e o outro com 'z'", disse.

De acordo com o delegado, o suspeito irá responder por estelionato e falsidade documental, crimes previstos nos artigos 171 e 304, do Código Penal Brasileiro. Ele está preso na 2ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin) de Alagoinhas. O prejuízo ainda não foi contabilizado, bem como as cidades onde o suspeito atuava. As investigações já foram iniciadas, informou a polícia.

Quadrilha explode terminais bancários e cofre dos Correios em Lafaiete Coutinho

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Cerca de seis homens fortemente armados com fuzis destruíram dois terminais de auto-atendimento, um do Banco do Brasil e outro do Bradesco, na madrugada desta sexta-feira (28), na cidade de Lafaiete Coutinho, a cerca de 305 quilômetros de Serrinha.

Os suspeitos ainda explodiram com dinamites um cofre da agência dos Correios e efetuaram diversos disparos contra o prédio da delegacia, que fica ao lado de uma das unidades bancárias. Ninguém ficou ferido.

A ação criminosa, que durou cerca de 25 minutos, foi registrada por volta das 2h40. Segundo informações do 5º Pelotão da Polícia Militar, os bandidos chegaram em um veículo de passeio e, em seguida, se distribuíram entre as agências.

Após as explosões, ainda segundo a PM, os suspeitos levaram toda a quantia em dinheiro dos dois terminais de auto-atendimento, além do dinheiro que foi levado do cofre explodido dentro dos Correios.

De acordo com a polícia, a quadrilha fugiu sentido BR-116. A polícia acredita que estes sejam os mesmos suspeitos envolvidos na explosão de uma agência do Banco do Brasil da cidade de Lajedo do Tabocal, na mesma região. Até por volta das 9h20 o grupo ainda não havia sido preso.

Tarifa da bandeira vermelha na conta de luz cai 18%

Redação Portal Cleriston Silva PCS

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou nesta sexta-feira (28) a redução de 18% no valor da tarifa da bandeira vermelha, o indicador que engloba os usuários que pagam o custo mais alto de energia. Com a decisão, o valor adicional para cada 100 kWh consumidos cai de R$ 5,50 para R$ 4,50. Para os consumidores, o novo valor corresponderá a uma redução de dois pontos percentuais no custo da conta de luz. A mudança entra em vigor a partir de 1 de setembro até 31 de dezembro.

A decisão foi adotada em razão da redução no custo de produção de energia decorrente do desligamento de 21 termoelétricas com custo variável unitário maior que R$ 600MWh, aprovada no início deste mês. Apesar de o pedido das distribuidoras para que o valor seja mantido, devido ao aumento dos custos da geração, a diretoria da Aneel entendeu que o uso das bandeiras deve refletir, o cenário de disponibilidade da geração de energia e não os problemas de caixa das distribuidoras.

“Não podemos confundir o conceito do fundamento das bandeiras, com os alívio de caixa das distribuidoras. O valor arrecadado com as bandeiras deve cobrir o valor da geração termoelétrica. Para utras razoes de (alta) custo existem outros mecanismos para compensação”, sustentou o diretor da Aneel Reive Barros dos Santos, relator do caso.

Para o diretor Tiago Correia, os consumidores responderam ao instrumento das bandeiras, reduzindo o consumo e fazendo investimentos, como a substituição de lâmpadas incandescentes pelas de led, o que justifica a redução do valor da bandeira.

Contudo, o diretor-geral a Aneel, Romeu Rufino, ressaltou que a redução não representa uma melhoria no quadro de geração de energia do país. “O cenário não é favorável a mudança da bandeira. Não é um cenário provável. Não estamos dando nenhuma sinalização de que o consumidor possa relaxar na sua prátrica de uso da energia. A sinalização ainda é de cuidado com o consumo e de uma situação adversa”, frisou Rufino.

O parque gerador de energia elétrica no Brasil é composto predominantemente por usinas hidrelétricas. Para funcionar, essas usinas dependem das chuvas e do nível de água nos reservatórios. Quando há pouca água armazenada, usinas termelétricas precisam ser ligadas para não interromper o fornecimento de energia. Com isso, o custo de geração aumenta, pois essas usinas são movidas a combustíveis como gás natural, carvão, óleo combustível e diesel.

Teofilândia: PAA ajuda na segurança alimentar de famílias carentes

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Famílias em situação de vulnerabilidade social estão sendo beneficiadas pela Prefeitura de Teofilândia com a distribuição de kits alimentícios “in natura”, produzidos pelos pequenos produtores rurais do município. A distribuição ocorrerá a cada quinze dias, durante os próximos 10 meses.

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é desenvolvido em parceria com o Governo Federal e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Nesta semana a entrega dos alimentos foi realizada na segunda-feira (24) na sede da Secretária de Assistência Social.

O PAA é desenvolvido em poucas cidades do Estado e fortalece a agricultura familiar. “Ao mesmo tempo que garante a segurança alimentar das famílias beneficiadas, ao adquirir os produtos diretamente dos agricultores, o programa agrega valor à produção dos alimentos”, explica o prefeito Adriano Araújo. Para receber o benefício, a família precisa estar cadastrada no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Para a dona de casa, Belmira Rocha da Silva, de 56 anos, a iniciativa da Prefeitura ajuda a população mais necessitada e melhora a qualidade da alimentação. “São coisas que realmente precisamos comprar e muitas famílias não têm como adquirir toda semana porque está sem trabalho. Todos estão de parabéns pelo trabalho, eu fico feliz por ser beneficiada com uma ação tão importante e que traz alimento para a nossa mesa”. disse Belmira.

“São ações contínuas. A atual gestão tem se preocupado em oferecer o melhor para a comunidade e a gente vai continuar fazendo isso para dar uma melhor qualidade de vida as famílias teofilandenses”, afirma Sergio Meireles, secretário da Agricultura.

27 de ago de 2015

Com drogas vindas do exterior, fornecedor da facção Katiara é o mesmo do PCC

Redação Portal Cleriston Silva PCS



A ligação entre a facção Katiara e o PCC (Primeiro Comando da Capital) vai além de a quadrilha comandada por Roceirinho inspirar-se na facção paulista para criar o seu código de conduta, batizado de Estatuto da Katiara. As duas organizações criminosas têm o mesmo fornecedor de drogas, conhecido como Alemão, responsável pela negociação direta com traficantes do Mato Grosso do Sul e Paraná, estados que fazem fronteira com o Paraguai e Bolívia, produtores de maconha e cocaína, respectivamente.

A informação é da Polícia Federal, que na terça-feira cumpriu dez mandados de prisão preventiva por tráfico de drogas e associação por tráfico em Salvador, Serrinha, Nazaré, Feira de Santana e Mirandópolis (SP).

Entre os mandados cumpridos, um deles foi contra o líder da Katiara, o traficante Roceirinho, que está custodiado no Presídio de Serrinha. “Quando ainda estava no Complexo da Mata Escura, ele dava as ordens tranquilamente através do uso de celulares. Com a autorização da Justiça, interceptamos as ligações e constatamos várias conversas com Alemão”, explicou ontem o delegado Leonardo Almeida Rodrigues, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da PF.

“Em sua defesa, Roceirinho disse que deixou o tráfico em 2013 e que pessoas usam o nome dele para se promover e que veio para Salvador trabalhar como açougueiro em Valéria, onde vivem seus pais”, disse o delegado, que interrogou o líder da Katiara dentro do presídio de Serrinha.Também foi presa na operação a mulher de Roceirinho, Ana Carla Ferreira, 26 anos, que estava em prisão domiciliar em Nazaré, no Recôncavo. Alemão, que já cumpria pena em presídio em Mirandópolis (SP), responderá, agora, por mais um processo por tráfico de drogas.

Os mandados foram cumpridos também em Salvador - cinco no total, dos quais três foram no Complexo Penitenciário da Mata Escura, um no Barbalho e outro em Itapuã. Os policiais federais estiveram também em Feira de Santana, onde duas pessoas foram capturadas. “Só teve mandado de prisão de gerente para cima, pessoas de confiança, que viajam para finalizar a compra das drogas”, declarou o delegado Leonardo Almeida.

Logística - No caso específico da Katiara, o delegado Leonardo disse que uma pessoa de confiança de Roceirinho viajava a São Paulo exclusivamente para pagar integralmente Alemão, em local não informado pela PF. De posse do dinheiro, Alemão encomendava a carga a traficantes do Mato Grosso Sul e Paraná, que, por sua vez, faziam a compra com organizações do narcotráfico do Paraguai e da Bolívia.

“Alemão é o cara que comprava a droga que vinha das fronteiras e revendia para Katiara, PCC e outras facções do país”, explicou o delegado.



Ainda segundo a Polícia Federal, a carga chega à Bahia em carros e vai direto para as cidades de São Sebastião do Passé e Alagoinhas, onde ficam armazenadas em fazendas e sítios. Depois de um período, a carga é transportada para os bairros de Valéria e Palestina, onde, segundo o delegado, ficam os centros de distribuição da quadrilha em Salvador e no Recôncavo.

Estatuto - A Polícia Federal começou a investigar a Katiara em 2013 com a Operação Tríade. Entre 2013 e 2014, a PF aprendeu da facção 2,5 toneladas de maconha e 513 kg de cocaína, um montante estimado em R$ 52 milhões. “Acredito que foi um golpe duro na organização criminosa”, declarou o delegado Leonardo Almeida Rodrigues, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da PF.

Para o delegado Leonardo Almeida Rodrigues, a Katiara está longe de ser uma simples quadrilha de traficantes, mas sim “uma cópia quase do PCC. Uma prova disso é o Estatuto da Katiara, divulgado pela imprensa”, disse o delegado, referindo-se à matéria do CORREIO, que, no dia 2 de agosto divulgou com exclusividade o documento da facção, inspirado nos moldes do PCC (veja alguns trechos do documento abaixo)

“É um grupo muito bem organizado. Tem seus chefes, pessoas mais próximas ao líder da facção que pede conselhos de como agir, que administram os negócios. Tem os gerentes, pessoas que distribuem as drogas para ele (Roceirinho). São esses que viajam para finalizar o acerto com Alemão e contratam alguém para trazer a carga de lá para a Bahia. Além disso, tem os soldados, moradores dos bairros que fazem a segurança das bocas”, emendou o delegado.

Hierarquia familiar - Segundo o delegado, no topo da pirâmide está Roceirinho. Depois dele, um irmão, Fernando de Jesus Lima, o Ojuara. “Tem muita gente da família envolvida. O irmão dele é o segundo no comando, que controlava todas as ações em Salvador”, disse. Na mesma função de Ojurara, Alan Santos Fonseca, o Junior Pial, ou JP, respondia pelas bocas de fumo de Nazaré e o restante do Recôncavo.

Os dois foram presos em dezembro do ano passado, quando foram flagrados a bordo de um veículo, na região do Retiro, com uma pistola Glock automática, de calibre ponto 40, com dois carregadores municiados. Na época, a polícia apurou que “JP” e “Ojuara” ordenaram os ataques aos ônibus em Valéria, ainda em dezembro, depois que um comparsa traficante teria sido morto numa troca de tiros com policiais militares.

Acusado de assassinar friamente a ex-mulher é preso em Santo Estevão

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Na quarta-feira (26), um homem foragido de SP (São Paulo) e mais três pessoas foram conduzidas à DT (Delegacia Territorial), após denúncias anônimas sobre tráfico de drogas em uma localidade conhecida como “Cabeça da Vaca”, situada em Santo Estêvão, a 107 km de Serrinha.

De acordo com informações da DT, policiais militares foram verificar e ao chegar no local constataram o fato. Na delegacia, os agentes descobriram que o suspeito Paulo Eduardo Nogueira Mendes, de 31 anos, tinha histórico no banco de dados policial, por homicídio cometido contra a ex-mulher, no domingo (16). A Polícia ressaltou que o suspeito assassinou friamente a ex-companheira, mas não detalhou as circunstâncias do crime.

Conforme a DT, o suspeito foi autuado em flagrante e o fato já foi comunicado à polícia paulista. A DT de Santo Estevão revelou ainda que o suspeito deverá ser recambiado para SP.

Bandidos explodem única agência de Lajedo do Tabocal

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Uma quadrilha explodiu a única agência bancária do município de Lajedo do Tabocal, a 299 km de Serrinha, na madrugada desta quinta-feira (27). Segundo um agente da delegacia local, os bandidos chegaram ao município por volta das 01h30 e se dirigiram para a agência do Banco do Brasil.

O agente detalhou ainda que a quadrilha colocou as bananas de dinamite e explodiu os caixas, mas não conseguiu roubar o dinheiro. Toda estrutura do imóvel ficou comprometida. Os criminosos ainda chegaram a metralhar o módulo da Polícia Militar da cidade, mas os dois únicos agentes viram a ação através das câmeras de segurança e não saíram para o confronto, contou também a delegacia local.

Buscas foram feitas pela região até por volta das 12h, mas os suspeitos não foram localizados. Com esse, a Bahia registrou, até a publicação desta reportagem, 160 ataques a agências bancárias, entre explosões, assaltos e tentativas, segundo dados do Sindicato dos Bancários.

Unidade é a única agência do município

Acusado de homicídio morre e 5 suspeitos de tráfico são presos em Morro do Chapéu

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Uma operação policial realizada em Morro do Chapéu, cidade localizada a 311 quilômetros de Serrinha, resultou na morte de um suspeito de homicídio, a prisão de suspeitos de tráfico, além da apreensão de cinco armas de fogo, 200 quilos de maconha, 54 papelotes e um plantio de maconha com aproximadamente 12 pés.

O objetivo da ção, realizada na última quarta-feira (26), foi combater o tráfico de drogas no município de Morro do Chapéu e cidades vizinhas, e envolveu policiais militares do 7º Batalhão/Irecê, da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe/Semiárido) e da Polícia Civil, através da 14ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Irecê).

Segundo informações da Polícia Militar, na operação foram presos Edenilton de Jesus Queiroz e Cézar Santos de Souza, ambos residentes no Bairro Araguaia, Morro do Chapéu-Ba. Com eles foram encontrados 54 papelotes de maconha, além da quantia de R$ 528,50 e um plantio de maconha. Ainda na residência se encontrava Fabiano Andrade de Souza, um dos líderes do grupo, foragido da Cadeia Pública de Jacobina, acusado de ser autor de dois homicídios.

Os policiais localizaram em uma de suas propriedades 200 quilos de maconha. Durante o cerco, ele tentou fugir e entrou em confronto com os policiais. No revide Fabiano foi atingido e socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Com ele foram encontrados dois revólveres, sendo um de calibre 38 municiado com quatro cartuchos, e um de calibre 32 municiado com seis cartuchos.

Na Operação ainda foram presos na Fazenda Boi Branco, município de Morro do chapéu, João de Souza Góes, Josué de Souza Góes e Ângela de Almeida Silva. No interior da residência foram encontrados duas espingardas de fabricação artesanal e um rifle calibre 22, municiado com 11 cartuchos do mesmo calibre.

Os presos e todo o material apreendido foram apresentados na Delegacia Territorial de Morro do Chapéu.

Foram apreendidos pela polícia armas, drogas e dinheiro

PF desarticula quadrilha que produzia e vendia cocaína em farmácias na Bahia e em 6 estados

Redação Portal Cleriston Silva PCS

A Polícia Federal desarticulou na manhã desta quinta-feira (27) um grande esquema especializado no tráfico de drogas sintéticas que produzia e vendia de anfetaminas a cocaína em farmácias e laboratórios no estado de Goiás. A quadrilha também atuava na Bahia e outros quatro estados, além do distrito federal.

Segundo a PF, a quadrilha usava ainda vendedores em carros de luxo para comercializar a mercadoria ilegal. Em apenas oito meses, um dos laboratórios gerenciados pela organização movimentou cerca de R$ 240 milhões.

Chamada de Operação Quinto Elemento, a ação policial busca cumprir 30 mandados de prisão temporária, 08 mandados de prisão preventiva, 40 mandados de condução coercitiva, 55 mandados de busca e apreensão e 12 sequestro de bens imóveis, incluindo um prédio residencial de 20 apartamentos. Cerca de 400 policiais federais estão participando da operação nos estados de Goiás, São Paulo, Paraná, Tocantins, Bahia, Minas Gerais e no Distrito Federal. A PF não divulgou o município baiano, nem o estabelecimento envolvido no esquema. Ainda de acordo com a polícia a quadrilha utilizava empresas regularizadas para adquirir os produtos químicos usados para sintetizar os as drogas, entre elas anfetaminas e cocaína.

Oito laboratórios foram localizados e alguns deles possuíam grande capacidade de produção de drogas. Em um dos laboratórios desmontados foram apreendidos cerca de 630 mil de comprimidos conhecidos como Ecstasy do Paraguai prontos para o consumo. A droga, que também é usada como rebite, leva o usuário a um quadro de insônia e depressão.

Segundo a PF, a droga encontrada é superior à quantidade apreendida pela Polícia Federal durante todo o ano de 2015. Em outro laboratório, a polícia encontrou aproximadamente 800 mil comprimidos ainda em produção.

Os presos responderão por tráfico de drogas, associação para o tráfico, falsidade ideológica e tráfico de produtos químicos para a produção de drogas.

A PF não divulgou o município baiano, nem o estabelecimento envolvido no esquema