16 de jul de 2014

Após 114 dias, greve de funcionários da EBDA é encerrada na Bahia

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Após 114 dias em greve, os funcionários da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA) de Feira de Santana retomaram as atividades. Na manhã desta quarta-feira (16) foram retirados cartazes e faixas e os portões foram abertos. A greve teve início em março desse ano e uma das principais reivindicações dos servidores ao governo do estado era o pagamento de R$ 308 milhões referente ao dissídio coletivo dos anos de 1997, 1999 e 2003, além de melhorias nas condições de trabalho.

O sindicato concordou com a proposta do governo, que ofereceu o pagamento de R$ 90 milhões, além da realização um concurso público para preenchimento das vagas, uma outra reivindicação dos funcionários. Além disso, estão previstas melhorias e reformas na estrutura física da empresa.

Greve - Segundo funcionários, a greve mobilizou 1.500 dos 2.500 servidores na paralisação. Os sindicalistas querem a reestruturação da empresa e melhores condições de trabalho. No dia 1º de julho, os representantes do sindicato fizeram protesto no lançamento do Plano Safra.

A EBDA é responsável pela assistência técnica na produção agrícola, pela liberação de crédito rural e seguro Safra. Por causa da greve, esses serviços foram prejudicados. A empresa é ligada ao governo do estado e tem a missão de fortalecer a agricultura familiar, além de desenvolver projetos que ajudem a manter as famílias no campo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário