29 de jul de 2014

Aos 100 anos e após derrame, idoso mantém ânimo e não deixa trabalho

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Aos cem anos de idade, um comerciante de São Gonçalo dos Campos, a 92 km de Serrinha, chama a atenção pela disposição em continuar trabalhando. Todas as manhãs Othoniel de Cerqueira sai de casa a pé e vai até a sua loja de tecidos e artigos para presentes, fundada em 1950, quando ele tinha 36 anos.

"Estou ótimo. [Para cuidar da saúde] procuro os médicos, que ajudam muito", afirma o comerciante. A disposição e a simpatia de Othoniel também contagiam os clientes, que não deixam de frequentar a loja. "Ele está aqui presente, sempre atendendo os clientes muito bem", elogiou um deles.

Engana-se quem pensa que a idade avançada seria o único empecilho para Othoniel manter o serviço. Há seis anos ele sofreu um derrame cerebral, mas que nunca o fez desistir do emprego.

"Uma pessoa fantástica, tranquila. Uma pessoa que sempre quer o bem para todos, para os clientes. Ele abraça os clientes com o maior valor, carinho", descreve a gerente da loja, Iraci Pascoal. "Com esse vigor é muito gratificante. Só temos que agradecer a Deus", comemora Vanda Cardoso, filha do comerciante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário