14 de ago de 2013

Suspeito de matar funcionária da Ufba é preso em Irará

Redação Portal Clériston Silva PCS

Dois suspeitos de matar a jornalista e servidora da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Selma Barbosa Alves, 54 anos, foram apresentados pela polícia na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV), na manhã desta quarta-feira (14). Eles já tiveram mandados de prisão preventiva expedidos. 

Raimundo Santana Portela Filho, conhecido como Buda Preto, 34, confessou ser o autor do disparo que atingiu a cabeça da servidora durante um assalto na rua Arthur de Azevedo Machado, no bairro Costa Azul, na madrugada de segunda-feira (12). O suspeito alega que queria apenas roubar o dinheiro da vítima e não tinha a intenção de atirar.

“Foi um acidente que aconteceu. Um disparo foi efetuado pelo susto que nós tomamos da polícia. A gente olhou para ela, quando viramos, que vimos a viatura se aproximando, o revólver acabou disparando”, disse Raimundo à TV Bahia. Ele foi localizado por policiais da Operação Apolo e Gêmeos, na noite de ontem, no bairro de Pau Miúdo. Segundo os policiais militares, o suspeito reagiu à prisão e foi baleado no pé esquerdo.

Também acusado de participação no latrocínio, Roberval Bispo de Souza, conhecido como Piloto, 26, foi preso na casa dos pais na cidade de Irará, a 75 quilômetros de Serrinha, para onde fugiu após o crime. "Eu não esperava que isso fosse acontecer. Não sabia que ele (Raimundo) ia efetuar esse disparo acidentalmente", afirmou.



De acordo com a Polícia Civil, Roberval já havia sido preso por roubo de carros em Guarajuba. Raimundo cumpriu pena de um ano por porte de arma e também já foi preso por assalto a ônibus e roubo a um turista durante o Carnaval.

Um terceiro envolvido no grupo está sendo procurado. Segundo a polícia, ele não estava no momento em que Selma foi morta, mas teria participado do roubo do carro de um cliente de banco Bradesco, em Itapuã, horas antes da morte da servidora da Ufba.

Foi com este carro roubado em Itapuã que os ladrões interceptaram Selma em frente ao edifício Vila do Mar, no Costa Azul. Selma foi baleada na cabeça e jogada na rua. Os ladrões fugiram com o carro dela, um Fiat Punto de placa NZY-4231. O Celta roubado do correntista do Bradesco foi deixado no local do crime.

Logo após sair com o carro de Selma, a dupla foi perseguida por viaturas da Operação Gêmeos, da Apolo e da Rondesp Atlântico até as imediações do Aeroclube. Depois de baterem contra o meio-fio em frente a um posto de gasolina no Jardim Armação, eles abandonaram o veículo e fugiram a pé.

Raimundo foi encontrado em Salvador, e Roberval fugiu para Irará 


Nenhum comentário:

Postar um comentário