20 de abr de 2012

Vereador pede investigação ao TCM sobre supostas irregularidades em contratos entre prefeitura de Alagoinhas e empresa

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Representações encaminhadas para o Ministério Público Estadual (MP-BA) e para o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) pelo líder da bancada de oposição na Câmara de Vereadores de Alagoinhas, município do nordeste baiano, Radiovaldo Costa (PT), denunciam supostas irregularidades em licitações feitas entre a prefeitura do município e a empresa A. R. da Cruz.

Segundo ele, a companhia venceu concorrência, nos últimos três anos, para “vender merenda escolar, produtos alimentícios diversos, fardamentos, bolsas, peças para veículos e até para gerenciar o desfile de 7 de setembro de 2011”.

Um dos pontos levantados pelo petista é o local em que a empresa registra como endereço, uma casa, em um ponto distante da cidade, sem identificação na fachada. “Estamos questionando como essa empresa faturou, nos últimos três anos, mais de R$ 2 milhões em licitações com a prefeitura de Alagoinhas, em atividades que não se complementam”, afirmou, em entrevista ao site Bahia Notícias.

De acordo Radiovaldo, em 2012, a gestão da cidade já gastou, até o momento, R$ 340 mil em contratos com a empresa. O site tentou entrar em contato, durante a noite desta quarta-feira (18), com a prefeitura de Alagoinhas, mas os telefones não foram atendidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário