17 de abr de 2012

Nova Redenção: Moradores do município são ‘afugentados’ pela seca

Redação Portal Clériston Silva PCS

A seca que atinge o interior da Bahia não para de assustar. Em Nova Redenção, sudoeste baiano, a 366 km de Serrinha, o período de estiagem tem deixado a cidade cada vez mais deserta. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que em 1996 o município possuía 12.321 habitantes.

Passou para 8.636 no ano de 2000 e manteve-se praticamente no mesmo patamar em 2007, com 8.943. Já o Censo de 2010 registrou 8.034 moradores, dos quais 2,7 mil vivem na zona rural. De acordo com o jornal A Tarde, os residentes seguiram para outros lugares, como o município de Luís Eduardo Magalhães, na região oeste, e até mesmo Palmas, capital do estado vizinho do Tocantins, para tentar escapar do problema. Ainda segundo a reportagem, que chegou ao local na terça-feira (10), o clima é “quase compatível ao de uma cidade-fantasma”, devido ao esvaziamento, que é mais visível na zona rural. Das 28 famílias que moravam no Assentamento Bom Jesus, apenas oito seguem no local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário