19 de abr de 2012

Preso em Gavião homem acusado de matar a mulher a facadas

Redação Portal Clériston Silva PCS 

José Mario Jesus Rodrigues, de 35 anos, acusado de matar esposa a facadas na frente dos filhos, de 2, 8 e 9 anos, em Praia Grande-SP, foi preso nesta quarta-feira (18), em Gavião, na Bahia, a 112 quilômetros de Serrinha. O crime ocorreu no dia 18 de janeiro. Acusado alega ter apenas se defendido de agressão.

De acordo com informações da Polícia Militar de Gavião, o acusado foi detido por volta das 12h20m, após dez dias de diligências.

Para cumprir mandado de apreensão expedido pela Polícia Justiça de São Paulo, policiais militares cercaram a casa do acusado, na zona rural do município e sem dar tempo para que o mesmo esboçasse alguma reação, o detiveram e o encaminharam à delegacia. Por razões de segurança, o criminoso foi transferido para o município de Capim Grosso.

Maria Laudicea Santos da Conceição, de 28 anos, foi morta a facadas no bairro Vila Sônia, em Praia Grande. Ela foi assassinada na frente dos filhos, de 2, 8 e 9 anos.

De acordo com a polícia, o homem fugiu, mas ligou para seu chefe dizendo que cometeu uma grande besteira. Os policiais souberam que ele deixou o filho, de 2 anos, em uma creche, e o abandonou no local. As outras duas crianças, que eram filhas somente da vítima, foram trancadas dentro da casa com o corpo da mãe. 

Denúncia - A polícia precisou arrombar a porta para entrar na casa. Na sala, encontrou o corpo da vítima e também a arma usada no crime.

De acordo com os vizinhos, as duas crianças trancadas na casa começaram a gritar. Sem conseguir abrir a porta, elas foram retiradas do local por uma janela.

Ainda segundo os vizinhos, as brigam entre o casal eram comuns. Em novembro, a vítima já tinha registrado boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher contra o companheiro.

2 comentários:

  1. Bom dia.
    Sou João Paulo do jornal A Tribuna, de Santos. Eu trabalho no site do jornal, e gostaria de saber se vocês têm algum telefone para contato, pois essas informações são muito interessantes e estamos tendo dificuldade na comunicação com a Polícia de Praia Grande.
    Registrei o comentário com meu e-mail pessoal, mas vocês podem entrar em contato comigo pelo seguinte e-mail:
    joao.paulo@atribuna.com.br

    Obrigado,
    att,

    João Paulo Figueiredo
    A Tribuna Online

    ResponderExcluir