19 de set de 2013

Tucano contará com três profissionais cubanos

Redação Portal Clériston Silva PCS 

Com o IDHM de 0,579, o município de Tucano, a 83 km de Serrinha, também será contemplada com médicos cubanos. Três profissionais irão trabalhar nas localidades de Rua Nova, Quixaba de Santa Rita e Arapuá. Com 52.391 habitantes, Tucano possui 12 PSFs e 2 centros de saúde, estes últimos contam com as especialidades de odontologia, ginecologia, psicologia, psiquiatria, obstetrícia e clínico geral.

Dos 20 médicos do município, apenas 8 trabalham no PSF, atendendo cerca de 60 pessoas por dia. Mesmo com a chegada de mais três médicos, a localidade de Olhos D’Água continua sem um. “A falta de médico faz com que o hospital fique superlotado, comprometendo o atendimento de casos emergenciais. Além disto, é difícil fazer os profissionais cumprirem a carga horária”, diz a secretária de Saúde, Íris Miranda.

Embora disponha de estrutura para atendimento, a localidade de Arapuá está há um ano e meio sem médico, o que obriga pacientes a se deslocarem 25 km até a sede.

“Quando há uma emergência, faço os primeiros socorros e encaminho para Tucano. Mas é difícil, pois há pacientes que vão à cidade apenas para renovar uma receita, o que é feito por médico”, afirma a enfermeira Erica Pereira.

A informação é confirmada pelo aposentado José Lima, de 76 anos, que vive há seis anos em uma cadeira de rodas. Hipertenso, a cada três meses a família tem que pagar um carro para levá-lo a Tucano ou Araci para renovar a receita médica. “É um custo alto, que não temos condições de arcar, mas não posso deixá-lo sem os medicamentos, pois ele pode ter uma crise. Se tivéssemos o médico aqui, seria mais facial”, revela a filha Alessandra Lima.

Situação ainda mais difícil é do lavrador Marcio Freire Ribeiro, de 35 anos, que ficou paraplégico após receber um tiro na coluna. Ele não consegue ficar sentado e, para levá-lo ao médico, é preciso uma ambulância, que nem sempre está disponível. “Sofro porque não tenho um acompanhamento. Não faço fisioterapia, pois não há um médico para solicitar, estou ficando com as pernas atrofiadas. No mês passado, tive que ir até Tucano para conseguir relatório médico para receber uma cadeira de banho”, revelou. (Fonte: Atarde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário