3 de jul de 2016

Professora de inglês é morta a facadas dentro de casa em Riachão do Jacuípe

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Uma professora de inglês foi encontrada morta dentro de casa em Riachão do Jacuípe, na microrregião de Serrinha, na tarde deste domingo (3). A vítima, identificada como Ienata Pedreira Rios, 35 anos, trabalhava como professora de inglês na cidade, informou o delegado Sérgio Vasconcelos, titular da Delegacia de Polícia Civil da região.

O crime aconteceu por volta das 13h30, no Loteamento São José, em uma localidade conhecida como 'Troca Tapa'. Ienata morava sozinha e foi morta a facadas. O corpo dela foi encontrado nu. "Há suspeita de que ela tenha sido violentada antes de ser morta, mas só uma perícia que poderá confirmar se houve violência sexual", disse Vasconcelos.

O local do crime está isolado pela Polícia Militar, e o Departamento de Polícia Técnica (DPT) está no local realizando uma perícia. No Facebook pessoal da vítima consta que Ienata era formada em Letras pela Universidade Estadual da Bahia (Uneb), e estava noiva. Ela deixa um filho.

Ainda não há informações sobre a autoria e motivação do crime. Os moradores de Riachão do Jacuípe estão chocados com o caso - a professora era muito querida na região. "O mais impressionante é que o portão da casa dela estava aberto, nada foi roubado, não tem marcas de arrombamento. Parece que quem matou era íntimo dela, porque esteve dentro da casa enquanto ela estava de toalha", comentou a jornalista Alana Adriele, moradora de Riachão e repórter do site A Hora da Verdade.

Diversos alunos de Ienata já fizeram homenagens à professora no Facebook. "Ainda não acredito que é verdade, por que você se foi? Uma pessoa maravilhosa, amiga, legal, companheira, dedicada... Uma professora maravilhosa, só quem já foi ou é aluno dela que sabe", escreveu uma aluna.

"Hoje o céu ganhou mais uma estrela para brilhar e olhar por todos nós", disse uma ex-aluna. "Muito triste, não esqueço do carinho que todos da sala tinham por uma ela. Uma pessoa acolhedora, carinhosa, lembro dos abraços, dos conselhos. Que Deus conforte o coração de todos que estão sofrendo por essa triste perda, espero que Deus encontre os verdadeiros culpados e que seja feita a justiça", lamentou outro.

Ienata morava sozinha e foi morta a facadas
Residência não tinha sinais de arrombamento; vizinha acionou polícia

Nenhum comentário:

Postar um comentário