20 de jul de 2016

Divulgador da Telexfree e pré-candidato à prefeitura de Serra Preta é encontrado morto

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O empresário e pré-candidato à prefeitura de Serra Preta, Dorian da Silva Santos, 29 anos, foi encontrado morto em um matagal isolado próximo ao distrito de Humildes, em Feira de Santana, no fim da tarde desta terça-feira (19). Dorian Santos era conhecido por sua atuação como empresário da Telexfree.

De acordo com a polícia, o empresário foi visto pela última vez nas proximidades da Avenida João Durval, em Feira de Santana. A suspeita é de que ele tenha sido sequestrado em seu carro, uma Hilux branca. O delegado responsável pelas investigações, Fabrício Alencar, relatou que a vítima estava com amigos, por volta das 15h, quando atendeu a uma ligação e depois "disse que iria sair para resolver algumas coisas". Cerca de duas horas depois, a polícia foi procurada com a informação de que ele foi encontrado morto no distrito que fica a cerca de 20 quilômetros do centro de Feira de Santana.

Segundo a polícia, ele foi levado até um matagal na BR 101, próximo a localidade conhecida como Caetano, em Humildes. Testemunhas afirmaram que o carro com a vítima chegou ao local e um suspeito efetuou os disparos e, fugindo em seguida. Até o momento, o carro do empresário não foi localizado. "Eles estranharam a chegada de um carro, já que é um lugar que não costuma ter trânsito de veículos. Depois ouviram alguns disparos", contou o delegado.

A polícia foi acionada por volta das 17:00 e chegou ao local aproximadamente às 18:30, quando localizou o corpo do empresário com perfurações de balas na cabeça. As mãos da vítima estavam amarradas com um fio. "Ele estava com as mãos amarradas com um fio preto, tipo de cabo de celular. Tinha alguns sinais de tortura, alguns hematomas no rosto. Espancaram antes de matar", detalhou.

Ainda segundo a polícia, quase sete horas após a localização do corpo, o celular da vítima foi localizado na BR-324, sentido Salvador, e alguém entrou em contato com a família para devolver o aparelho. A polícia aguarda o recebimento do telefone, que pode auxiliar nas investigações. O enterro será na tarde desta quarta-feira (20), às 15h, no cemitério de Serra Preta.

A Delegacia de Homicídios de Feira de Santana trabalha com três linhas de investigação sobre o assassinato do empresário. A primeira é a de um assalto seguido de morte, já que o carro do empresário ainda não foi encontrado. Outra motivação para o homicídio é que tenha relação com a política, já que Dorian Santos era pré-candidato.

A polícia também investiga se o caso tem ligação com Telexfree e alguma insatisfação com o serviço. O empresário era conhecido na região por ter sido um dos primeiros representantes no estado da Telexfree, empresa que é investigada desde 2013, quando foi acusada pelo Ministério Público do Acre de realizar um esquema de pirâmide financeira sob o disfarce de empresa de marketing multinível. As atividades da empresa foram bloqueadas em 2013.

Vítima foi encontrada com sinais de tortura e mãos amarradas para trás com um fio
O corpo de Dorian Santos foi encontrado com marcas de tiros em um matagal em Feira de Santana
Empresário foi morto com disparos de arma de fogo na cabeça

Nenhum comentário:

Postar um comentário