17 de jul de 2016

Suspeito de assassinar professora em Riachão do Jacuípe pode ter obstruído investigações

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Suspeito de assassinar a facadas a professora Ienata Pedreira Rios, de 35 anos, no município de Riachão do Jacuípe, Cássio Fabrício Carneiro, ex-noivo da vítima, teria tentado obstruir as investigações da polícia. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Sérgio de Araújo Vasconcelos, o suspeito, que está preso na delegacia da cidade de Teofilândia, forneceu aos policiais o endereço errado de onde estaria, o que impediu a polícia de cumprir o mandado de busca e apreensão.

“Os policiais se deslocaram para o endereço que ele forneceu, mas ao chegarem ao local descobriram que era uma residência onde ele estava fazendo uma reforma. Não foi o endereço onde ele passou a noite e onde ele reside com os pais. Foi informado à juíza e aguardamos a decisão judicial para irmos ao endereço certo”, informou o delegado.

Ainda segundo o delegado, novas testemunhas devem ser ouvidas nesta semana, como parte das investigações. A polícia também aguarda o resultado dos laudos periciais para comprovar a participação de Cássio no crime. Entretanto, Sérgio Araújo informou que existem alguns indícios que fazem recair sobre o suspeito a autoria do crime, como pegadas deixadas pelo assassino no local, que, segundo o delegado, coincidem com as características dos pés do noivo de Ienata.

Nenhum comentário:

Postar um comentário