18 de out de 2013

Wenceslau: Prefeito pode ter diploma cassado por suposto uso da Dires durante campanha

Redação Portal Clériston Silva PCS 

O prefeito de Wenceslau Guimarães, Nestor Vicente (PDT), responde a um processo na Justiça Eleitoral por suposto abuso de poder econômico e político nas eleições municipais do ano passado. Vicente foi eleito com 61,60% dos votos válidos.

Na ação, a coligação “Juventude, Responsabilidade e Ação”, liderada pelo candidato derrotado Carlos Alberto Lioterio (PRB) – 36,77% dos votos –, acusa a campanha do pedetista de distribuir na época receituários médicos e de farmácia para eleitores do município, que fica a 294 km de Serrinha.

Conforme documentos anexados ao processo, a suposta prática condenatória aponta o atual secretário municipal de Administração e Finanças, Alex Farias, na época coordenador geral da campanha de Vicente e servidor da Diretoria Regional de Saúde (Dires/Sesab) em Gandú, de emitir e assinar autorizações que teriam beneficiado pessoas de Wenceslau Guimarães que necessitavam realizar diversos procedimentos médicos.

O processo, que tem data prevista para ser julgado em 17 de dezembro, está nas mãos do juiz da 151ª zona eleitoral, Antonio Carlos da Silveira Símaro.

Caso decida pela cassação do diploma do prefeito e da sua vice, Rose Mary Barbosa (PT), uma nova eleição será marcada no município, já que Vicente foi eleito com mais da metade dos votos válidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário