25 de out de 2013

Acusado de tortura e favorecimento, delegado de Nova Soure é preso

Redação Portal Clériston Silva PCS 

O delegado titular de Nova Soure, cidade a 90 km de Serrinha, está preso na Corregedoria da Polícia Civil na capital baiana, depois de faltar a uma audiência sobre as acusações que responde - tortura e prevaricação. Após a ausência, José Renato Flores da Cunha teve a prisão preventiva decretada.

O mandado foi cumprido na tarde desta quinta-feira (24) em Feira de Santana, onde o delegado também possui residência. O delegado responde a vários processos administrativos disciplinares, segundo nota da Polícia Civil. Ele faz parte dos quadros da polícia há 18 anos e já passou pelas delegacias de Ubatã, Iaçu e Correntina. Desde 2011, ele está em Nova Soure.

Segundo denúncia do Ministério Público da Bahia, em 25 de julho de 2012 o delegado teria autorizado um candidato a vereador local a transportar, em seu veículo particular, um preso custodiado na delegacia de Nova Soure até o fórum da cidade para que o detento lavrasse a certidão de nascimento do filho.

Outro registro mostra que, por conta de uma cobrança de aluguel, o delegado teria conduzido o inquilino devedor para que fosse torturado na delegacia. Ainda constam denúncias de que o delegado teria se apropriado de valores encontrados com um menor apreendido pela polícia. 

Também segundo o MP, o delegado trataria as pessoas que buscavam ajuda da polícia na delegacia sem respeito e assediava moralmente servidores que trabalhavam na unidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário