3 de nov de 2016

Pesquisa diz que 57% de brasileiros aprovam expressão 'bandido bom é bandido morto'

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Uma pesquisa aponta que mais da metade da população brasileira, ou 57%, defende a afirmação de que “bandido bom é bandido morto”. Em municípios menores, abaixo de 50 mil pessoas, o índice de concordância chega a 62%.

Os dados fazem parte do 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que será divulgado nesta quinta-feira (3), e foram compilados pelo Datafolha a pedido do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).

Em relação a 2015, a aceitação da frase aumentou. À época, 50% da população se dizia a favor da morte de criminosos. Quando a pesquisa separa por sexo, 60% dos homens concordam com a frase e 32% discordam. Já entre as mulheres, 55% concordam e 36% discordam.

Separado por idade, a apuração mostra que quanto mais velho, mais a expressão é aprovada. Entre os 16 e os 24 anos, 54% concordam. Já para quem tem 60 anos ou mais, 61% estão de acordo. Ainda segundo o Datafolha, 64% dos brasileiros acreditam que os policiais são caçados pelos criminosos.

A percepção é maior ainda nas regiões Norte (67%), Centro-Oeste (69%) e Sudeste (66%). O índice aumenta entre as famílias com renda mensal superior a dez salários mínimos. Nesse grupo, a concordância é de 72%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário