18 de nov de 2016

Polícia Militar não entra em acordo com governo e ameaça parar em 2 de dezembro

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Os Policiais Militares da Bahia estão ameaçando parar as atividades a partir do próximo dia 2 de dezembro. Isso porque não entraram em acordo com o Governo do Estado para o pagamento da GAP (Gratificação por Atividade Policial) 4 e 5, que havia sido prometido, segundo os policiais, para a categoria.

Eles reivindicam pagamento do adicional de periculosidade e do auxílio transporte, além do plano de carreira dos praças e reajuste do auxílio alimentação;

Nesta sexta-feira (18/11), os militares fizeram uma passeata saindo do ginásio dos Bancários e indo até a sede da antiga sede da Secretaria de Segurança Pública, na Piedade.

A última vez que os Policiais Militares fizeram greve na Bahia foi em 2014. O fato ocorreu durante o período da Semana Santa e resultou em um período de caos e aumento do número de mortes nas áreas periféricas da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário