31 de mar de 2015

Quadrilha que planejava assaltar agências bancárias em Olindina e Conceição do Almeida é desarticulada

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Quatro integrantes de uma quadrilha de assaltantes de banco, envolvidos em um roubo a um carro-forte, no hipermercado Atacadão, em Feira de Santana, em 15 de fevereiro, foram presos no mês de março, em Salvador e no interior.



Clodoaldo Rocha dos Santos, o “Thiago”, de 40 anos, líder da quadrilha, e Reginaldo Ribeiro do Nascimento, o “Tio”, 44, foram presos, na sexta-feira (27), em Brotas. Joselito Sales Barbosa, o “Pantera”, 36, foi localizado na cidade de Itapicuru, a 234 Km de Salvador, em 14 de março, e Samuel Souza dos Santos, 39, foi capturado no dia 5 deste mês, em Águas Claras.

Com Samuel, os policiais apreenderam uma submetralhadora 9 mm, três pistolas calibres 380, 45 e 7.66, um revólver calibre 38, 30 quilos de maconha prensada, 136 munições de diversos calibres, três coletes balísticos, um fardamento completo da Polícia Militar, um veículo VW Fox, vermelho, placa OAI-3746, um Fiat Uno, branco, placa DXC-6952, e um VW Gol, prata, placa OUG 9-588. Ele foi autuado por tráfico de drogas e porte ilegal de arma.

No depoimento, Samuel disse que as armas apreendidas seriam utilizadas pela quadrilha em um assalto à agência do banco Bradesco, na cidade de Conceição do Almeida, que estava sendo planejado pelos criminosos. Segundo o delegado Jorge Figueiredo, diretor do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), os 30 quilos de maconha foram comprados com dinheiro dos roubos praticados pelo bando, que costumava investir os lucros dos assaltos no tráfico de drogas.



Ainda de acordo com o delegado, cinco integrantes da quadrilha, composta por nove criminosos e investigada desde o início deste mês, teriam assaltado uma Casa Lotérica, em Itapicuru, no dia 14 de março, e pretendiam, com o dinheiro do roubo, financiar outro assalto a uma agência do banco do Brasil, na cidade de Olindina. Os criminosos foram surpreendidos pelos policiais, houve troca de tiros, e “Tio” foi baleado no braço, sendo socorrido para uma unidade de saúde. Após a prisão, ele foi encaminhado ao Hospital Geral do Estado, onde encontra-se custodiado.

Dois outros integrantes da quadrilha, identificados como Carlos Eduardo Guimarães e Ivo Santos Silva, o “Bigode” ou “Jaleco”, estão com mandado de prisão em aberto e continuam sendo procurados. A polícia busca identificar e capturar mais dois assaltantes que integram o bando. Davi de Jesus Silva, o “B.A”, comparsa dos criminosos, foi morto na cidade de Crisópolis durante troca de tiros com policiais.

As prisões são resultado de uma operação conjunta do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (DRACO), da 2ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Alagoinhas), Coordenação de Operações Especiais (COE), da Polícia Civil, e de militares da Companhia Independente de Policiamento Especializado (CIPE/Litoral Norte).

Grupo costumava investir os lucros dos assaltos no tráfico de drogas; polícia ainda busca outros envolvidos


Nenhum comentário:

Postar um comentário