20 de mar de 2015

Depois de dois dias, funcionários dos Correios encerram greve na Bahia

Redação Portal Cleriston Silva PCS 

Os funcionários dos Correios da Bahia decidiram voltar ao trabalho depois de dois dias de greve, em assembleia realizada na tarde desta quinta-feira (19). O estado de greve, no entanto, foi mantido - ou seja, uma paralisação pode ser decretada a qualquer momento.

O Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos da Bahia (Sincotelba) disse que foi decidido pelo fim da greve porque a empresa vai discutir as reivindicações da categoria - os Correios informaram ontem que já estavam em negociação das demandas.

A greve foi motivada pela ameaça de um projeto de privatização dos Correios e por conta da diminuição de direitos dos funcionários. Uma medida que começa a valer em abril sobe o desconto salarial do fundo de pensão de 3.94% para 25,98%.

Em nota, os Correios classificaram a paralisação de "injustificada", pois todas as reivindicações já estão sendo negociadas. A empresa também nega planos para privatização da empresa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário