12 de jan de 2013

Delegacias de Barrocas e Teofilândia recebem novas viaturas; Serrinha nada

Redação Portal Clériston Silva PCS 

O sistema de segurança pública da Bahia conta, a partir desta sexta-feira (11), com o reforço de mais veículos, armamentos e equipamentos de proteção individual para as polícias Militar e Civil e Departamento de Polícia Técnica (DPT). Cerca de R$ 44 milhões foram investidos em 370 viaturas, 8.440 armas, 17.900 coletes a prova de bala, além de equipamentos como tablets, algemas, munição e uniformes.

Realizada na sede da Secretaria da Segurança Pública (SSP), no Centro Administrativo da Bahia (CAB), a entrega marca mais um importante reforço para as atividades de policiamento, investigação e perícia técnica, dentro das ações do programa estadual Pacto pela Vida. “A segurança pública é feita fundamentalmente com os profissionais, mas sem equipamentos ninguém trabalha. Temos que ampliar e qualificar o contingente e melhorar toda a nossa infraestrutura”, disse o governador Jaques Wagner.

Entre os veículos entregues, estão dois micro-ônibus para transporte de tropa do Corpo de Bombeiros, 100 viaturas para as bases comunitárias de segurança, além de outras 30 para a ação ostensiva das polícias Civil e Militar.
Fazem parte ainda da nova frota 220 motocicletas para as bases comunitárias e dez equipadas com kit de combate a incêndio para os bombeiros. O Comando de Policiamento Especializado vai ganhar dois ônibus e seis motocicletas. No total, o investimento das novas viaturas foi de R$ 7,7 milhões. Do total, apenas duas viaturas foram enviadas para a área da 15ª Coorpin (Polícia Civil). As cidades de Barrocas e Teofilândia receberam uma, cada.

Também foram investidos R$ 18 milhões em armamentos para as polícias Civil e Militar, além de 17.900 coletes balísticos, no custo de aproximadamente R$ 10 milhões. Completam o pacote de aquisições 17.972 equipamentos de proteção individual e apoio ao trabalho das polícias, como tablets veiculares. Instalados nas viaturas e conectados à base de dados dos sistemas de informação da segurança pública, os aparelhos contam com tecnologia de localização por satélite (GPS) e permitem consultas para a identificação de suspeitos e veículos durante abordagens de rotina.

De acordo com o secretário da Segurança Pública, Maurício Barbosa, a distribuição das viaturas e dos equipamentos entre as regiões do estado será feita com base em estudos técnicos. “Terão preferência os municípios com maior número de homicídios, assim como em Salvador as áreas mais problemáticas e pontos turísticos, a exemplo do Pelourinho”.

5 comentários:

  1. Agora melhorar os salários dos policias e dos professores não estão nos planos do governador, e também o melhoramento da educação, que o Estado da Bahia está entre as piores do país.

    ResponderExcluir
  2. até paresi q isso vai resolver o problema.

    ResponderExcluir
  3. e o prefeito é aliado do governador!magine se não fossekkkkkkkkkkkk tá igual a SAMU foi para sta barbara e riachão e serrinha continua com a promessa.

    ResponderExcluir
  4. Sabendo da necessidade de novas viaturas no município de Serrinha o Deputado Estadual Capitão Tadeu solicitou via Emenda, viaturas da Polícia Militar para o município.

    Abaixo cópia da Emenda que comprova o pedido do Capitão Tadeu.

    http://www.facebook.com/photo.php?fbid=220339474753346&set=a.101853656601929.1861.100003318843827&type=3&theater

    ResponderExcluir