26 de ago de 2011

Água Fria: menino de 8 anos que matou irmão de 6 com tiro acidental está "perplexo", diz policial

Deve ser ouvido ainda esta semana o pai das crianças envolvidas em uma tragédia em Água Fria, a 44 km de Serrinha, segundo informações da delegacia da cidade. O trabalhador rural Everaldo de Carvalho foi a Salvador nesta quinta-feira (25) para liberar o corpo do filho de 6 anos, Rodrigo Moreira de Carvalho, que morreu depois de ser baleado acidentalmente pelo irmão de 8 anos, E. M. C.

A ocorrência foi registrada na delegacia da cidade e a princípio Everaldo deve responder por posse ilegal de arma, podendo ainda ser incriminado pela morte da criança. "Vai depender do entendimento da delegada", diz o investigador Cléber Amorim. "A criança não pode ser responsabilizada", acrescenta.

A arma, uma espingarda de socar de fabricação caseira que pertence a Everaldo, estava guardada atrás do guarda-roupa dos pais quando o pequeno E. a pegou para brincar com o irmão Rodrigo e acabou disparando, atingindo o caçula no olho esquerdo. No momento, o pai das crianças estava trabalhando e a mãe estava com outros filhos na casa de um vizinho em um velório.

O investigador Cléber foi o primeiro policial a chegar ao local. "Foi uma tragédia", diz. No momento que ele chegou, a família e vizinhos já tinham voltado e o desespero tomava conta da casa. "Eu cheguei com a equipe do hospital. Ele saiu vivo, mas infelizmente não resistiu".

Rodrigo morreu a caminho do Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador.
A criança de 8 anos ficou sob cuidados do Conselho Tutelar na noite de ontem, segundo o investigador. "Ele ainda não sabia o que tinha acontecido, está perplexo com tudo", conta o policial.

O corpo de Rodrigo ainda está no Instituto Médico Legal Nina Rodrigues e não há previsão para o seu enterro. A investigação do caso será conduzida pela delegada da cidade, Maristela Martins.

Nenhum comentário:

Postar um comentário