21 de jul de 2011

Santaluz: vereadores acusam o prefeito de improbidade


Praça que era utilizada para atividades de lazer em Santaluz...
 O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Santaluz, Joélcio Martins (PMDB), o vereador da cidade Paulo Crespo, o “Paulão” (PMDB), o advogado filiado ao PPS, Mário Lima, e o jornalista Amarildo Reis denunciaram nesta quarta-feira (20) o atual gestor do município, localizado no nordeste da Bahia, Joselito Júnior (DEM).

O grupo anunciou que Paulão, em conjunto com os vereadores Sérgio Suzart (PPS) e Luiz Santos Silva (PMDB), entrou com uma representação no Ministério Público do Estado contra o democrata, que supostamente teria registrado um terreno público em seu nome e, no momento, constrói um muro ao redor do local.


... foi registrada e murada pelo prefeito.
 A área, de 2.016 m² era, de acordo com os representantes, um ponto de lazer onde os munícipes realizavam atividades cotidianas. Em novembro de 2003, a prefeitura da cidade, então gerida por Joélcio, entrou com uma Ação de Desapropriação para que o logradouro, que pertencia a um particular, se tornasse público e fosse usado para fins comunitários, como já acontecia.

Apesar disso, após a posse de Júnior na prefeitura, em 2005, a nova gestão municipal decidiu que não tinha interesse no prosseguimento da desapropriação, “requerendo sua extinção sem exame de mérito”. Entretanto, em abril de 2008, o alcaide teria comprado o terreno e o registrado em seu nome. Agora, ele inicia obras no local. "Ele está construindo uma fortaleza ali", comentou Paulão.

A ação dos vereadores requer “Ação Penal por Crime de Responsabilidade e Ação Cível Pública por Improbidade Administrativa” contra Joselito Júnior.

Foto: Amarildo Reis

Nenhum comentário:

Postar um comentário