7 de jun de 2017

Serra Preta: Padre sofre racismo e população se mobiliza em campanha na internet

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Um áudio ofensivo a um padre negro que se mudou há três meses para Serra Preta, Bacia do Jacuípe, circulou no aplicativo de conversas WhatsApp e acabou motivando uma campanha contra injúria racial na internet. Com a hashtag #SomosTodosPadreGilmar, a população local está divulgando as ofensas contra o religioso.

No áudio, uma voz questiona: "Tá sabendo que agora em Serra Preta na paróquia botaram um padre, um ‘negão embassado’?". A pessoa completa: "não é porque é negão não, mas pense num padre burro, num animal”. Internautas se mostraram insatisfeitos com o conteúdo do aúdio e se mobilizaram.

“A população de Serra Preta seria melhor se um quinto dela tivesse o caráter, a sabedoria, a paz de espírito, a serenidade e o mais importante a fé em Deus que o preto tem! #nãoaoracismo #somostodospadreGilmar", diz uma das publicações no Facebook.

A prefeitura local se posicionou na mesma rede social afirmando que presta "apoio e solidariedade ao Padre Gilmar, que tem desempenhado seu papel com o máximo de dedicação e responsabilidade para com os fiéis católicos de Serra Preta. Não aceitamos qualquer tipo de preconceito e reafirmamos que ele é muito bem-vindo em nossa comunidade. Desejamos sucesso na sua caminhada, que seja longa e de sucesso em nosso município", informou a nota.

O padre afirmou que está "pedindo a Deus sabedoria e discernimento para dar continuidade à minha história, que é muito mais do que esse áudio", mas que não sabe se vai procurar a polícia para registrar ocorrência sobre o áudio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário