27 de jun de 2017

Homem que baleou policial militar trabalha como músico em Senhor do Bonfim

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O músico Wagner Rosa dos Santos, 41 anos, permanece internado no Hospital de Urgência de Traumas de Petrolina, em Pernambuco. No sábado (24), durante as comemorações do São João, ele entrou em uma pizzaria e atirou diversas vezes contra o policial militar Ronaldo Caldeira Ribeiro, 43, e a namorada dele, Vera Estrela de Matos, 22, no município de Senhor do Bonfim, no Centro-Norte da Bahia.

Segundo a Polícia Civil, era por volta das 22h quando Wagner chegou na pizzaria em que Ronaldo e Vera estavam. O músico parou, desceu do carro e entrou no estabelecimento. Quando localizou o casal, ele sacou um revólver calibre 38 e atirou contra as vítimas. O PM foi atingido de raspão nas costas, mas também conseguiu sacar uma arma e revidar, o que deu início a um tiroteio dentro da pizzaria. A confusão só terminou depois que todos os envolvidos foram baleados.

Em nota, a Polícia Militar informou que Ronaldo e Vera foram socorridos por policiais do 6º Batalhão da Polícia Militar (BPM/ Senhor do Bonfim) para o Hospital Regional de Senhor do Bonfim. O PM foi atendido e liberado após ser medicado. A mulher foi atingida no nariz e transferida, na madrugada desta segunda-feira (26), para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador.

O coordenador da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Senhor do Bonfim), Felipe Nery, informou que a dona da pizzaria também foi baleada. Ela não teve o nome divulgado, foi atingida no peito e socorrida para o Hospital Regional de Senhor do Bonfim, onde permanece internada. Não há informações sobre o estado de saúde dela.

"Ele (Wagner) atirou e baleou o policial e a mulher. Ele foi flagranteado e conduzido, com escolta, para o hospital de Petrolina. Ainda não temos os detalhes da história. Sabemos que a mulher que estava com o policial era ex-mulher dele. Algumas pessoas foram ouvidas e vamos aguardar a recuperação dele para que explique o que aconteceu", afirmou o delegado.

Testemunhas disseram para os investigadores que Wagner não aceitava o fim do relacionamento com Vera. Ele foi baleado no peito e, mesmo ferido, conseguiu entrar no carro para tentar fugir, mas perdeu o controle do veículo e se chocou contra uma calçada. O músico desceu do carro e fugiu a pé. Ele foi localizado por policiais militares alguns minutos depois no Hospital Regional de Senhor do Bonfim, para onde correu em busca de atendimento.

Wagner foi transferido para o Hospital de Urgência e Trauma de Petrolina, em Pernambuco, para a retirada da bala. Segundo a polícia, o tiro perfurou o pulmão do músico. Ele permanece internado na unidade e o estado de saúde dele não foi divulgado.

Segundo os investigadores, ele tentou se livrar da arma do crime, mas o revólver foi localizado às margens de uma estrada. Wagner não tem passagem policial. O boletim do HGE, para onde Vera foi transferida, informa que havia uma criança com o casal quando tudo aconteceu. A polícia de Senhor do Bonfim disse que ainda está apurando essa informação. Ronaldo trabalha no próprio município, onde mora com a família.

De acordo com a Polícia Militar, 14 policiais foram mortos na Bahia em 2017. A PM informou que não disponibiliza o número de feridos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário