14 de jun de 2017

Bahia tem 20 instituições de ensino superior com conceitos baixos do MEC

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Das 104 Instituições de Educação Superior baianas avaliadas pelo Índice Geral de Cursos (IGC) do Ministério da Educação (MEC), 20 tiveram conceitos 1 e 2, os mais baixos, de acordo com os últimos dados divulgados. O índice mede a qualidade de universidades e faculdades. Todas as instituições que tiveram conceito baixo na Bahia são privadas.

Segundo o MEC, o índice vai de 1 a 5 (5 é a nota mais alta) e é uma média dos Conceitos por Cursos (CPC) de três anos. Foram avaliados os CPCs de 2013, 2014 e 2015, levando em consideração parâmetros como o desempenho de estudantes, a estrutura do curso e a formação de professores. Os dados foram divulgados em março deste ano, quando mais de 900 cursos de ensino superior do país tiveram mau desempenho.

Além disso, também é analisada a média dos conceitos dos cursos de pós-graduação stricto sensu atribuída pela Capes. O MEC avalia ainda a distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu. Essas análises são excluídas das instituições que não oferecem pós-graduação stricto sensu.

Na Bahia, a que teve o índice mais baixo foi a Escola de Engenharia de Agrimensura (EEA), em Salvador, com IGC contínuo de 0,8393, na faixa 1, de acordo com tabela divulgada pelo MEC. Foi analisado o curso de graduação em Engenharia de Agrimensura.

A segunda pior é a Faculdade de Ciências Jurídicas da Unime, em Lauro de Freitas, com 1,2644 de IGC contínuo. Em seguida, a Faculdade São Tomaz de Aquino, em Salvador, com 1,3882. Depois, vem a Faculdade do Sertão, em Irecê, com 1,4182, e a Faculdade de Ciências Gerenciais da Bahia (Unicenid), em Salvador, com 1,4223. Todas as instituições que tiveram IGC contínuo acima de 1 foram incluídas na faixa 2 do índice.

A reportagem entrou em contato com as três instituições que apresentaram os piores índices, mas não obteve retorno.

Melhores - Já o melhor IGC da Bahia foi o do Instituto Superior de Educação Ocidente, com 4,0066 (faixa 5). Em seguida, aparece o Senai Cimatec, com 3,8932 (faixa 4). A Universidade Federal da Bahia (Ufba) está em terceiro lugar, com 3,5603 (faixa 4).

Em quarto, a Faculdade Maria Milza, no município de Governador Mangabeira, com 3,4188 (faixa 4). Em seguida, a Faculdade Nobre de Feira de Santana, com 3,3750, também na faixa 4.

Nenhum comentário:

Postar um comentário