7 de jun de 2017

Deputado Alex da Piatã e vice-prefeita de Coité solicitam ao governador e a PM a Ronda Maria da Penha Rural na região do Sisal

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Em ofícios endereçados ao governador Rui Costa (PT) e ao comandante geral da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, o deputado estadual Alex da Piatã (PSD) e a vice-prefeita e secretária da Assistência Social de Conceição do Coité, Val (PSD), solicitaram as duas autoridades a implantação do programa da Ronda Maria da Penha Rural na região do Sisal, principalmente no município coiteense.

Para Alex, a ronda ajudaria a coibir as agressões sofridas pelas mulheres. “Ainda é forte a agressão contra a mulher e temos que combater isso. O projeto é exemplar e ajudaria não a reprimir atos, mas a prevenir, que é muito mais importante”, disse.

Confiante, Val acredita que o pedido feito ao governador e ao comandante geral da PM surtirá efeito. “Acredito que eles, quando receberem o nosso ofício, terão sensibilidade. Quando vi a concepção do projeto achei que ele terá forte impacto para redução dos índices de violência contra mulher. Em conversa com Alex, achei válido fazer o pedido para que nossa região venha a ser contemplada”, contou.

O anúncio da implantação da Ronda aconteceu no último dia 31/05 pelo governador, durante a assinatura da adesão do programa Garantia Safra, que garante renda mínima, para até 345 mil famílias que perderam a lavoura por conta da estiagem ou por excesso de chuva.

Com investimento de R$ 219,6 mil, a Ronda atuará nos 27 Territórios de Identidade por meio de 54 oficinas educativas, abrangendo temas como relações interpessoais, relações de gênero e dispositivos da Lei Maria da Penha.

O projeto é fruto de uma parceria entre as secretarias da Segurança Pública (SSP), de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), de Políticas para Mulheres (SPM), da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri) e de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).

Um comentário:

  1. essa e boa os traficante mandando e desmandando matando atorta e direita eles nao fazem nada querem ronda maria da penha ate parece q o efetivo da policia militar pode da suporte pra tao ronda maria da penha q nos umtimos anos so feis almenta o indissi de violencia contra nos mulheres tem q ter e leis mais severas nao rondas

    ResponderExcluir