19 de jan de 2016

Sobe para 496 número de casos suspeitos de microcefalia na Bahia

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Subiu para 496 o número de casos suspeitos de microcefalia na Bahia. O novo boletim foi divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) nesta terça-feira (19).

De acordo com o balanço, desde outubro de 2015 até o dia 18 de janeiro de 2016, os casos de microcefalia com perímetro cefálico menor ou igual a 32 centímetros foram notificados em 88 municípios.

Desses, Salvador apresenta o maior número, com 290 casos (58,5%). No último boletim, divulgado no dia 12 de janeiro, foram contabilizados 450 casos. O número de mortes por microcefalia permanece o mesmo. Do total de casos notificados, 134 mães (27%) referiram ter tido doença exantemática na gestação, que pode ser, por exemplo, a zika.

Dessas, 76 informaram que a doença exantemática ocorreu no primeiro trimestre, 34 no segundo trimestre, 10 no terceiro trimestre e 14 não lembravam ou não souberam precisar o trimestre. Durante a gestação, 232 (46,8%) mulheres não apresentaram a doença exantemática e 130 (26,2%) não souberam dizer.

Mortes por microcefalia - Dez bebês morrerem vítimas da doença - dois em Salvador, um em Itapetinga, um em Olindina, um em Tanhaçu, um em Camaçari, um em Itabuna, um em Campo Formoso, um em Alagoinhas e um em Crisópolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário