24 de jan de 2016

Bombeiro morre ao ser levado por correnteza durante resgate no Rio Jacuípe

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Caso ocorreu neste sábado em Feira de Santana
Um bombeiro de 32 anos morreu afogado após ser arrastado por uma correnteza durante um trabalho de resgate neste sábado, 23, na cidade de Feira de Santana, a 69 quilômetros de Serrinha. Eduardo Santos Góes, que era do 2º Grupamento de Bombeiros Militar, tentava resgatar três pessoas que ficaram ilhadas por conta da cheia do Rio Jacuípe, devido a chuvas que caíram na região, quando foi levado pela água. O acidente ocorreu nas proximidades do Distrito de Galhardo.

A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros, que lamentou o ocorrido em nota de pesar e divulgou um cartaz em homenagem a Eduardo. De acordo com a assessoria de comunicação do órgão, Eduardo foi acionado para fazer o resgate das pessoas ilhadas porque tinha muita experiência em mergulho e com amarrações, nós e ancoragem.

Conforme o Corpo de Bombeiros, o militar já tinha conseguido resgatar duas pessoas, mas foi arrastado ao tentar chegar à terceira vítima. As pessoas ilhadas foram resgatadas posteriormente sem ferimentos.

Bombeiro morreu após ser arrastado por correnteza
Eduardo ainda chegou a ser retirado com vida da água por um dos cinco colegas que o acompanhavam na operação, mas não resistiu. Um helicóptero do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) também esteve no local. O Corpo de Bombeiros informou que foram realizadas várias manobras de salvamento, mas que não houve sucesso na tentativa de reanimar o militar.

O corpo dele foi velado na manhã deste domingo, 24, no Hospital D. Pedro de Alcântara e o sepultamento ocorreu 16h no Cemitério Jardim Celestial, em Feira de Santana.

Bombeiro iria se formar em Direito - Eduardo Santos Góes estava prestes a se formar no curso de Direito e tinha a solenidade do curso marcada para o próximo dia 4 de março. Ele chegou a publicar, em uma rede social, o convite do evento.

"A cada meta alcançada, nos tornamos mais preparados e adquirimos mais força para que possamos superar novos desafios. Enfim, chegou o final de mais uma etapa em minha vida, me tornei Bacharel em Direito e com isso surgem novas perspectivas e a certeza de que muitas vitórias ainda estão por vir", comemorou Eduardo no texto do convite.

Segundo o Corpo de Bombeiros, ele não deixa filhos e não era casado.

Uma multidão acompanhou a cerimônia, que atrasou uma hora por conta das homenagens prestadas por amigos e colegas

Carro de bombeiros fez escolta de corpo da vítima até cemitério

Sob forte comoção, corpo de Eduardo foi enterrado em Feira de Santana
Fotos: site Acorda Cidade

Nenhum comentário:

Postar um comentário