29 de jan de 2016

Secretário de Educação de Santo Amaro é preso acusado de desviar verbas

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O secretário de Educação de Santo Amaro, a 119 km de Serrinha, foi preso nesta quinta-feira (28) pela manhã suspeito de envolvimento em um esquema de desvio de verbas. Tales Antônio Moraes Campos foi detido por equipes do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) após investigação conduzida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA).

O secretário teve prisão decretada pela Justiça no dia 25 e era considerado foragido. Ele foi localizado em um imóvel em Lauro de Freitas. Outras 14 pessoas são investigadas por suspeita de participar do esquema de enriquecimento ilícito que seria liderado pelo secretário. De acordo com a promotoria, o esquema teria lesado os cofres do da cidade em R$ 36.265,64.

De acordo com a denúncia, folhas de pagamentos com as irregularidades eram confeccionadas e os valores creditados nas contas dos servidores sem nenhum requerimento administrativo. Depois, os valores eram repassados ao secretário, que agia com ajuda de outros servidores do município, que recebiam vantagens indevidas e gratificações por atividades complementares nunca feitas.

Tales foi encaminhado ao Complexo Penitenciário da Mata Escura.

Na segunda-feira, em situação não relacionada, o prefeito e vice-prefeito de Santo Amaro foram cassados acusado de compra de votos. A decisão torna Ricardo Jasson Magalhães do Carmo (PT) e Leonardo Araújo Pacheco Pereira (PSB) inelegíveis por oito anos, além de condená-los a pagar multa de R$ 20 mil. Os dois ainda podem recorrer da decisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário