28 de jan de 2016

Prefeitura e governo condenam casas em Riachão do Jacuípe

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Cerca de 15 casas afetadas pela chuva em Riachão de Jacuípe foram condenadas durante uma análise, realizada na tarde desta quinta-feira (28), pela prefeitura da cidade junto, a Defesa Civil e a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Conder).

O número total será informado ao final da análise, que ainda não tem previsão de conclusão. “Estamos conferindo as residências. As famílias não poderão retornar para as condenadas”, disse a prefeita de Riachão, Tânia Matos.

De acordo com Matos, a prefeitura cadastrou 800 famílias desabrigadas por conta das chuvas. Elas tiveram de ser alojadas em abrigos, instalados nas escolas e no ginásio de esportes.

Segundo a prefeita, as famílias que tiverem casas decretadas como condenadas receberão uma ajuda de custo referente ao aluguel social. O valor do auxílio varia entre R$150 e R$200.

O rio que dá nome ao município e o Rio Verde, conhecido como Boqueirão, transbordaram na última sexta-feira (22), invadindo as casas próximas às margens dos rios. Os bairros mais afetados foram: Jatobá, Barra, Bela Vista, Alto do Cruzeiro, Ranchinho, São José e Clériston Andrade.

O governador Rui Costa esteve na cidade na terça-feira(26) e visitou os bairros mais prejudicados e afirmou que um conjunto habitacional seria construído “para alocar não apenas as famílias que perderam suas casas agora, mas também precisamos fazer um reassentamento de famílias que estão em casas próximas ao rio”, disse Costa na ocasião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário