28 de mar de 2019

Novas reservas ambientais serão criadas nos municípios de Jacobina e Ourolândia

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Cerca de dez novas Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN) serão criadas em Jacobina e Ourolândia, municípios localizados na região do Piemonte da Diamantina. A iniciativa vai transformar mais de 1.155 hectares de mata em unidades de conservação ambiental.

Os projetos e estudos foram protocolados no Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia (Inema) e no Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), na última segunda-feira (25).

Com as novas reservas, Jacobina assume o terceiro lugar no ranking de cidades baianas com o maior número de RPPN’s. De acordo com o promotor de Justiça Pablo Almeida, o Ministério Público estadual (MP-BA) está atuando junto a outros proprietários de fazendas que devem aderir à iniciativa nos próximos dois anos. “Nós acreditamos que, até 2020, Jacobina atinja a primeira colocação nesse ranking”, afirmou.

Das reservas, nove serão criadas no Vale do Ouro, em Jacobina, e uma em Ourolândia, que será a maior Unidade de Conservação Privada do bioma Caatinga do Estado da Bahia, com 857,8 hectares.

Nenhum comentário:

Postar um comentário