29 de mar de 2019

Ipirá: Defensoria Pública pede interdição de cadeia por 'péssimas condições'

Redação Portal Cleriston Silva PCS

A Defensoria Pública da Bahia (DPE/BA) pede a interdição da carceragem da delegacia de Ipirá, na Bacia do Jacuípe. Segundo a defensora pública, Ana Jamille Costa Nascimento, que assina o pedido de interdição, “as péssimas condições da carceragem de Ipirá acarretam graves violações aos direitos humanos de todos os seus detentos, todos os dias”.

Um relatório de inspeção sanitária apontou uma série de problemas, como: sujidade exacerbada, presença de lixo nas celas; celas com vasos entupidos; presença de lixo em vários pontos da área; vestígio de incêndio ocorrido; ausência de luz nas celas; distribuição de água para as celas controlada, ofertada três vezes ao dia para higienização pessoal dos custodiados e iluminação da área externa improvisada.

O relatório ainda constatou outras irregularidades na parte externa, presença de lixo no pátio junto aos carros apreendidos e sucatas; muro externo com rachaduras em toda a sua extensão; paredes externas das celas desgastadas; caixa de esgoto aberta no pátio; fiação exposta no prédio; banheiro destinado ao público interditado; banheiro de funcionário dentro da copa; transformador de energia com vazamento de óleo; extintores de incêndio com validade expirada e sem carga; não possui alvará de funcionamento e nem equipe de manutenção/limpeza.

A ação que pede a interdição do espaço teve apoio também dos defensores públicos Adriano Pereira e Paloma Galvão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário