15 de mar de 2019

Agentes penitenciários da Bahia passam a usar armas de fogo em serviço

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Os agentes penitenciários do estado da Bahia, contarão agora com equipamentos para atender necessidades básicas do sistema prisional como escolta, custódia e segurança das prisões. Os agentes começam a receber armas de fogo, fardamentos, equipamentos de baixa letalidade (granadas, espargidores, munições de impacto controlado, etc.), coletes à prova de balas, escudos balísticos, entre outros.

Na fortalecimento do sistema prisional o Governo do Estado investiu cerca de R$ 7,9 milhões. Há requisitos para o agente penitenciário utilizar os equipamentos, dentre eles ter concluído o Curso Básico de Ações Prisionais e ter comprovada a aptidão psicológica. O Secretário da Administração Penitenciária e Ressocialização, Nestor Duarte, falou sobre a importância desses equipamentos nas prisões.

“Esses investimentos se traduzem como verdadeiras estratégias de sucesso para esta Secretaria. O material bélico, em especial, os armamentos institucionais, por robustecer e operacionalizar as atividades de escoltas, custódias e permitir que, no futuro próximo, possamos realizar a segurança de perímetro das Unidades Prisionais, atividades estas, que são desenvolvidas, exclusivamente, extramuros”, pontuou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário