23 de set de 2014

Deputados de oposição protocolam representações para apurar denúncias contra o PT baiano

Redação Portal Cleriston Silva PCS 

Após se reunirem na manhã desta terça-feira (23) na Câmara dos Deputados, parlamentares de oposição protocolaram representações na Polícia Federal, Procuradoria-Geral da República (PGR), Tribunal de Contas da União (TCU) e na Controladoria-Geral da União (CGU) para pedir a apuração da denúncia sobre desvios de recursos do Fundo de Combate a Pobreza, repassados a ONG Instituto Brasil para campanhas do PT na Bahia.

No fim de semana, os congressistas já tinham anunciado que pediriam a investigação ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, com base nas acusações feitas pela presidente da organização, Dalva Sele Paiva.

Segundo a gestora, parte do repasse em um convênio de R$ 17,9 milhões firmado entre a entidade e o governo da Bahia, destinado a construção de casas populares, e parte do dinheiro de contratos com prefeituras, foram desviados para financiar as campanhas de políticos como o candidato ao governo do Estado, Rui Costa (PT), o ex-ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, o deputado federal Nelson Pelegrino, e o senador Walter Pinheiro.

Na representação, é mencionada a “similaridade com outros esquemas de desvio de dinheiro público para benefício político do PT, como o caso do Mensalão, e as recentes denúncias envolvendo o desvio de recursos da Petrobras para beneficiar partidos políticos e manter a fidelidade da base de apoio do PT no governo federal".

Bruno Araújo (PSDB), Antonio Imbassahy (PSDB), Paulinho da Força (SDD), Rubem Bueno (PPS), todos candidatos à reeleição; e o senador Agripino Maia (DEM), além de Mendonça Filho (DEM-PE), Luiz de Deus (DEM-BA), Cláudio Cajado (DEM-BA), Colbert Martins (PMDB-BA), Arthur Maia (SDD-Bahia), Jutahy Jr. (PSDB-BA) e Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA) assinaram a representação.

Clique na imagem para ampliar

Nenhum comentário:

Postar um comentário