22 de set de 2014

Assinada ordem de serviço para sistema de abastecimento de Araci e Tucano

Redação Portal Cleriston Silva PCS

A ordem de serviço para a implantação do Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA), que vai atender 64 localidades do município de Araci e da sede do município de Tucano, beneficiando mais de 34 mil moradores, foi assinada pelo governador Jaques Wagner em Araci, na manhã desta segunda-feira (22). Ainda na cidade, foram entregues dois tratores, cada um no valor de R$ 110 mil, a associações comunitárias.

“Trazer água é trazer vida e saúde, principalmente no sertão, onde o pessoal tem bastante dificuldade. Esse programa Águas do Sertão, que é o aproveitamento do lençol freático de Tucano, é fantástico. Somente esse trecho aqui, vai beneficiar cerca de 35 mil pessoas. Vale muito a pena, o que não pode é o povo ficar sem água”, destacou Wagner.

A obra, que faz parte do Programa Água para Todos, e será realizada pelo Governo do Estado, por meio da Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (Cerb), vai contar com um investimento total de R$ 51 milhões, do Ministério das Cidades. “Todo esse esforço é importante e necessário, porque vamos garantir o bem estar da população, mesmo porque água é saúde”, completou o governador.

“Embora a gente conte com mil e duzentas cisternas, não tínhamos a chuva. Agora a água já chega às comunidades. E com esse sistema, vamos afastar de vez a possibilidade de ficar sem água”, comemora Valmir Barreto, morador de Araci.

Com todo o sistema em operação, a água será levada aos moradores da zona rural de Araci e Tucano por uma adutora com 221 quilômetros, 54 reservatórios, rede de distribuição de 112 quilômetros e seis mil ligações domiciliares. O sistema integrado deverá ser concluído em outubro de 2015. Ele funcionará em conjunto com as cisternas de consumo que já foram instaladas no semiárido.

Os tratores também agradaram os produtores locais. “Vai ajudar o pequeno agricultor no plantio do milho, do feijão, da mandioca. Ele vai produzir mais com um custo reduzido”, afirma José Nilton, presidente da Associação Pau de Abelha.

Clique na imagem para ampliar

Nenhum comentário:

Postar um comentário