1 de ago de 2010

Mistério: conselheira tutelar de Barrocas é encontrada morta dentro de casa

A conselheira tutelar da cidade de Barrocas, Acácia Queiroz Silva, 34 anos, foi encontrada morta, no início da noite deste sábado, 31, no interior da residência onde morava, na Avenida Antonio Carlos Magalhães, nas proximidades da BA-411.

O marido de Acácia, Gilberto Brito, 60 anos, e um dos filhos do casal, ao chegar a casa por volta das 19h30m, encontraram a porta da frente aberta e a vítima caída no chão da sala sobre uma grande quantidade de sangue. Ela estava vestida com uma camiseta branca, calça preta e usando sandálias.

Na cena do crime os policiais encontram o controle remoto da televisão, um aparelho celular que estava próximo ao corpo e uma cápsula de projétil de arma de fogo.

No boletim de ocorrência registrado na Circunscricional de Serrinha, pela delegada Maria Clécia Vasconcelos, não consta o tipo de lesão (se por arma de fogo, faca ou estrangulamento). Peritos do Departamento Técnico informaram que o corpo da vítima apresentava uma perfuração no lado direito da cabeça, provavelmente provocado por um disparo de arma de fogo.

Acácia Queiroz que era conselheira tutelar a cinco anos e durante dois mandatos consecutivos exerceu a presidência do Conselho, deixa dois filhos, um com 13 e outro com 6 anos.

A população de quase 13 mil habitantes está chocada. A polícia investiga o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário