4 de ago de 2010

Polícia prende homem suspeito de mandar matar conselheira tutelar em Barrocas

Policiais civis da delegacia de Barrocas em conjunto com policiais militares do 16° Batalhão da Polícia Militar (BPM), conseguiram localizar e prender Gilberto Brito, de 60 anos. Ele é acusado de ser o mandante do assassinato da esposa, Acácia Queiroz de Queiroz Silva de 34 anos, morta com um tiro na cabeça na noite do último sábado (31) no interior da casa onde morava com filhos menores, localizada na Avenida ACM em Barrocas.

Segundo as informações, no dia do crime Gilberto saiu com os dois filhos do casal para uma pizzaria na cidade. No inicio da noite, por volta das 19h00m o acusado retornou com as crianças, estacionou o carro na garagem e quando abriu a porta da casa Acácia já estava morta.

O Juiz da comarca de Serrinha, Claudio Pantoja Junior, decretou a prisão preventiva do suspeito na segunda-feira (2). Gilberto foi preso em Araci, distante 28 km de Barrocas, fazendo compras em uma farmácia no centro da cidade. Depois ele foi trazido para o xadrez da delegacia local.

O delegado responsável pelo caso, Paulo Ferreira Dias, disse que as investigações indicavam que o acusado estava na casa de parentes na cidade vizinha. “Com bases nas investigações nós em conjunto com a polícia de lá (Araci) conseguimos prendê-lo”, declarou.

Segundo familiares da vítima, Gilberto não aceitava o fim da separação e relutava em dividir os bens com Acácia. A vítima chegou a registrar um boletim de ocorrência por que estaria sendo ameaçada de morte pelo ex-companheiro.

O acusado nega qualquer envolvimento com o crime.

Texto: Clériston Silva - Foto: Vêronica Mota e Rubenilson Nogueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário