27 de ago de 2010

Seminário regional de cultura começa com audiência pública na câmara municipal

Até sábado (28) acontece em Serrinha o II Seminário Regional de Cultura promovido pelo vereador Sandro Magalhães. Esse evento serve como espaço para debate entre artistas, produtores culturais, estudantes e toda sociedade civil. O tema central do seminário é o Sistema Municipal de Cultura e conta com o apoio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, Agencia de Fomento as Iniciativas Solidárias (AFIS), Filarmônica 30 de Junho e Prefeitura Municipal.

Na noite desta quinta-feira (26), representantes de entidades ligadas à educação e à cultura participaram de uma audiência pública na sede da câmara municipal de vereadores onde foram traçados planos e apresentadas propostas para incentivar os artistas da cidade e apoiar a preservação do patrimônio cultural e histórico de Serrinha, promovendo a auto-estima e visibilidade da cultura popular, fomentando a criação de eventos variados e de parcerias com órgãos e instituições que atuem efetivamente nessas áreas.

É meta deste II seminário de cultura da região, é promover a análise crítica da população sobre as ações culturais e incentivar a participação dos jovens e adolescentes no debate e gestão cultural. Agentes e produtores culturais, comunidades tradicionais da região e gestores locais são os principais públicos-alvo do evento.

De acordo com Carlos Paiva, representante da Secretaria de Cultura do Estado (SECULT), o seminário busca o resgate da identidade cultural e a redefinição da identidade cultural da região. “O Conselho vem ajudar a congregar a cultura e auxiliar as pessoas a manifestarem sua arte, sua cultura. O mais importante é não transformar a cultura em folclore”, enfatizou

Este II Seminário de Cultura dá seqüência aos trabalhos de cunho sócio-educacionais que o vereador Sandro Magalhães vem desempenhando. No inicio do ano o parlamentar apresentou um projeto de Lei, nº 853, que cria o conselho municipal de cultura, o projeto de Lei que protege o patrimônio histórico e cultural de Serrinha e a criação do fundo municipal de cultura.

Nesta sexta-feira (27), a partir das 16 horas na filarmônica 30 de Junho, dirigentes municipais de cultura do território do sisal, participam de uma oficina de captação de recursos com André Reis, Mestre em Produção Cultural.

Sábado (28) das 9 da manhã às 12 horas tem mesa redonda com debate sobre Elementos do Sistema Municipal de Cultura. Das 14 às 17h, fechamento do evento com Diálogo sobre Gestão Cultural.

Dentre os diversos doutores e especialistas participantes do evento está o Conselheiro Estadual de Cultura da Bahia, Washington Queiroz e Cláudia Leitão, doutora em Sociologia pela Universidade Estadual do Ceará.

Veja outras imagens

Integrantes de vários grupos culturais participaram da audiência O evento começou com a execução do Hino Nacional pela filarmônica 30 de JunhoRepresentantes de órgãos e instituições participaram do seminário Uma das metas deste seminário é incentivar a participação dos jovens e adolescentes no debate e gestão culturalGrupo pavão dourado Cláudia Leitão, doutora em Sociologia pela Universidade Estadual do Ceará, faz o encerramento do seminário

2 comentários:

  1. Olá Amigo Clériston Silva, sua presença na câmara Municipal de Serrinha e de fundamental importância para o crescimento no fator publicidade de nossa cidade sentimos um imenso prazer em sempre ter sua presença na casa do povo.
    beijos Karla Vilane

    ResponderExcluir
  2. Retificação:
    É importante frisar que este Seminário foi um Trabalho de Conclusão de Curso do Programa de Formação de Gestores Culturais do MinC idealizado e produzido por Cleber Meneses (Representate Territorial de Cultura do Sisal) e Sandro Magalhães - Vereador, não somente uma iniciativa de Sandro como afirmado na matéria supracitada. Além dos apoios citados faltou destacar a participação da DIREC-12.
    É importante dar mérito a quem merece e ter cuidado ao passar as informações nos veículos de comunicação de forma correta!

    ResponderExcluir