13 de ago de 2010

Pai mata filha com sorvete envenenado e depois se suicida

Um homem matou a própria filha de apenas quatro anos com sorvete envenenado na cidade de Itapetinga, a 355 km de Serrinha. Marcos Tadeu dos Reis, de 53 anos, estava separado da professora Elizana Moreira Santos e tentava reatar o relacionamento. Segundo informações de familiares, na terça-feira (10) ele foi até a casa da família da ex-mulher e pediu para passear com Ana Carolina Moreira dos Santos Reis, sua filha. Após pegar a criança, Marcos desapareceu.

A mãe percebeu que algo de errado estava acontecendo e entrou em desespero. Ela acionou a polícia e começou a procurar a menina em todos os lugares em que imaginava que Marcos pudesse estar, mas não conseguiu encontrá-los. Na tarde do dia seguinte, a polícia recebeu uma denúncia de que havia dois corpos abandonados em um Fiat Uno vermelho nas proximidades da região da Balsa de Hermógenes.

Uma equipe da Polícia Civil, foi ao local e constatou que os corpos eram de Marcos e Ana Carolina. O pai deu sorvete misturado com chumbinho para a criança e, em seguida, também tomou o sorvete e morreu junto à filha. Segundo peritos que estiveram no local, o impacto do veneno no corpo da criança provocou hemorragia pelo ouvido, narinas e pela boca.

Despedida - A polícia encontrou duas cartas de despedida feitas por Marcos. Uma digitada, onde ele narrava que as pessoas em Itapetinga não gostavam dele e que se encontrava repleto de dívidas. Na carta ele ainda se dizia rejeitado por todos e pela esposa.

A segunda carta foi escrita à mão e dentro do carro, minutos antes das mortes. Nela Marcos reafirma o desespero e o complexo de rejeição. A polícia acredita que as mortes aconteceram durante a noite de terça, já que os corpos estavam enrijecidos quando foram encontrados. O corpo de Ana Carolina foi velado na 2ª Igreja Batista, localizada na Nova Itapetinga, e sepultado às 9h desta quinta-feira (12).

Fonte: Ibahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário