31 de jul de 2010

Cidadania Rural: defensores públicos de Serrinha visitam zona rural de Biritinga

Cerca de 400 famílias que vivem na localidade de Campo da Ema, município de Biritinga, distante 25 km de Serrinha, teve nesta quinta-feira (29), a oportunidade de conhecer de perto os serviços da Defensoria Pública da Bahia.

Os defensores públicos Gil Braga e Tatiane Franklin Ferraz, dando prosseguimento ao projeto Cidadania Rural, visitaram a região e prestaram atendimento para mais de 40 pessoas que sobrevivem do cultivo do feijão, milho e mandioca e nunca receberam a visita de um juiz ou promotor.

As maiores queixas relatadas pela comunidade foram falta de energia elétrica nas residências, aumento do consumo de drogas, falta de um Centro de Atenção Psicosocial, destinado a acolher e cuidar de pessoas com dificuldades decorrentes do uso prejudicial de álcool e a violência doméstica e familiar. Embora exista transporte escolar para as pessoas que desejam estudar, só há escola até o ensino fundamental na localidade.

Para os moradores de Campo da Ema, a presença dos defensores públicos na comunidade rural traz esperanças para aqueles que se sentem excluídos pela sociedade. “A visita da Defensoria Pública facilita o acesso, já que as pessoas não têm condições financeiras para alugar um carro e ir até Serrinha”, disse um morador do local.

Criado há quase dois anos, o projeto Cidadania Rural, atendeu mais de 300 pessoas que vivem nas 25 comunidades já visitadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário