10 de nov de 2017

Em greve há mais de 20 dias, professores de Teofilândia reivindicam pagamento de salários e plano de carreira

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Estudantes da rede municipal de Teofilândia, na microrregião de Serrinha, estão sem aulas há 21 dias, quando os professores resolveram fazer greve por conta do atraso de salários. A categoria se reúne nesta sexta-feira (10), com representantes do município.

Segundo a secretária de Educação da cidade, Adriana Oliveira, o município tinha salários atrasados quando a categoria entrou em greve, mas que a situação foi normalizada com os salários de outubro.

"Hoje, o salário não está atrasado, Porém, os professores receberam sem as gratificações que a categoria tem direito. O município passa por dificuldades financeiras e não estamos conseguindo pagar o valor total", explicou Adriana ao site G1.

Ainda segundo Adriana, os pagamentos foram feitos com data antecipada até o mês de junho e começaram a atrasar em julho, quando o valor integral deixou de ser pago. Ela disse ainda, que os servidores reivindicam também o cumprimento do plano de cargos e salários.

"Tivemos baixa arrecadação nos últimos meses, especialmente no mês de outubro. No momento não temos como cumprir o plano, porque isso acarretaria no descumprimento da lei de responsabilidade fiscal", explicou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário