16 de nov de 2017

Superando preconceitos: Menina surda e com olhos de cores diferentes participará do desfile da Beleza Negra em Serrinha

Redação Portal Cleriston Silva PCS






A imagem da pequena Nicole Aquino Santos, de apenas 10 anos de idade, revela uma beleza rara e impressionante. A menina tem os olhos com cores diferentes, um castanho e outro safira, o que dá um contraste marcante com o tom da pele negra. Além das cores diferentes nos olhos, a pequena biritinguense é surda. Ela participará nesta sexta feira (17) do desfile de Beleza Negra na cidade de Serrinha. A mãe da pequena Nicole, Marlene Nascimento, também é surda e tem os olhos iguaizinhos aos da filha.

Movida pelo sonho de poder melhorar a sua qualidade de vida, a pequena Nicole revela que o seu maior desejo é comprar uma casa para a sua mãe. "Quero poder um dia ter uma casa para morar, somente eu minha mãe e meu irmãozinho Gabriel". Sobre suas expectativas para o grande dia do desfile ela diz: "Estou muito feliz, mas com medo e nervosa, porque terá muitas pessoas olhando".

A dificuldade do acesso do surdo aos serviços do interprete de libras nas séries iniciais do ensino fundamental ainda é precária, situação que ocorre no município de Serrinha e em todo o país. A situação ganhou notoriedade por ser tema da redação do Enem 2017, que tratou dos “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”.

No caso de Nicole, foi diferente. Ela vem superando desafios e preconceitos e agora está tendo uma oportunidade ímpar na história dos surdos, principalmente do município de Biritinga. A garota cursa o 3° ano com interprete de libras em sala de aula e tem acompanhamento na sala de recurso.

Segundo Luciana Barros, tradutora interprete de libras, Nicole é uma menina inteligente, meiga e sonhadora. "A gente conversa bastante. Ela me conta sobre seus objetivos, mas ainda precisa romper a timidez, mas é um processo comum pela idade. Eu quero que Nicole entenda que existe um mundo para além daquele mundo que ela vive, para além daquela realidade da vida dela. O maior prêmio será ela mostrar à sociedade que as mulheres negras, surdas e da periferia podem alcançar seus espaços sim, e que ela tem que ser respeitada independente das limitações. Eu acredito que ela será pioneira na questão dos surdos politizados de Biritinga", diz Luciana. Para o desfile, Nicole conta com o apoio dos funcionários da escola Eujácio Simões e amigos.

O desfile faz parte do calendário da semana da cultura de Serrinha. O evento será nesta sexta-feira (17), às 20h, na Praça Morena Bela.

Garota conta com incentivo de funcionários da escola onde estuda e amigos



Por: Daniele Oliveira / Foto: Adyano Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário