28 de nov de 2017

Baianos aparecem entre os deputados que mais guardam dinheiro vivo em casa

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Dois deputados federais da Bahia estão entre os parlamentares brasileiros que mais têm dinheiro em espécie guardado em casa. Fernando Torres (PSD-BA), ex-secretário de Desenvolvimento Urbano da Bahia, acumula R$ 3, 2 milhões e João Bacelar (PR-BA) armazena R$ 1,2 milhão.

Os números foram detalhados em um levantamento da revista IstoÉ, a partir da declaração dos congressistas – com mais de R$ 300 mil em dinheiro vivo - à Justiça Eleitoral em 2014.

Além dos baianos, há destaque para o deputado Leonardo Quintão (PMDB-MG) com R$ 2,6 milhões e o deputado Misael Varella (DEM-MG) com R$ 1.374.191,69.

O deputado com o lar mais afortunado é Marinaldo Rosendo (PSB-PE), que declarou ter R$ 3,82 milhões.

Entre os senadores, apenas dois confessaram ter tal montante em 2014: foram eles Acir Gurgacz (PDT-RO), que mantinha R$ 500 mil, e José Maranhão (PMDB-PB) com R$ 398 mil.

A apuração é parte de um procedimento da Receita Federal que torna obrigatória a comunicação de operações que envolvam dinheiro em espécie em valor igual ou superior a R$ 30 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário