10 de nov de 2017

Jovem que teria assumido comando do tráfico após morte de irmão é assassinada em Biritinga

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Vítima postava fotos fumando maconha
Uma jovem identificada como Bruna Almeida dos Santos Silva, de 24 anos, conhecida como "Kika Azuada", foi assassinada na manhã desta sexta-feira (10) na Comunidade Tapera, zona rural de Biritinga, na microrregião de Serrinha. Bruna Almeida era irmã do traficante Vinícius Almeida Santos Silva, vulgo “Vinição”, morto durante uma troca de tiros com policiais militares na cidade de Conceição do Coité [veja matéria].

A polícia acredita que a morte de Bruna tenha relação com a disputa entre traficantes rivais que duelam pelo comando do tráfico de drogas na cidade. Ela já havia sido presa juntamente como o irmão em 2013 e indiciada por tráfico de drogas [relembre].

De acordo com uma testemunha, que não quis se identificar, Bruna saia de casa por volta das 5h quando dois homens se aproximaram em uma moto e atiraram contra ela, que morreu no local. “Aqui a situação é tensa. Ninguém pode comentar mais nada”, afirma. A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar a autoria do crime.

Jovem foi morta na frente da casa onde morava
O irmão de Bruna, Vinícius Almeida, era tido como um dos chefes do tráfico de drogas em Biritinga e estaria envolvido em homicídios e outros crimes ocorridos na cidade. Com 30 anos, ele era foragido da Justiça e faleceu durante confronto com agentes da CETO (Companhia de Emprego Tático Operacional) no bairro Cidade Jardim, em Conceição do Coité, no dia 31 de outubro deste ano. Com ele, foram encontrados um revólver calibre 38 e 21 dolões de maconha.

Segundo a polícia, Vinícius Almeida planejava ingressar na facção criminosa CP (Comando da Paz) e, para isso, estaria negociando com líderes da organização que atuam em Coité. Ainda segundo a polícia, após a morte do irmão, Bruna teria assumido o comando do tráfico de drogas na cidade.

Fotos fumando maconha - Em seu perfil no Facebook, a jovem publicava dezenas de fotos nas quais aparece fumando maconha. No dia 30 de novembro do ano passado, ela publicou uma foto e escreveu um texto onde reclama de supostas críticas à sua conduta ilícita e revela não gostar da polícia. “Sentindo-se cheia de demônio”, declara. [ver abaixo]

Clique na imagem para ampliar

Nenhum comentário:

Postar um comentário