23 de jul de 2015

Uauá: Após 13 anos, Júri condena três pessoas por tentativa de homicídio

Redação Portal Cleriston Silva PCS 

O Tribunal do Júri do município de Uauá, a 247 km de Serrinha, condenou três homens à prisão por tentativa de homicídio qualificado contra 11 trabalhadores rurais de Curaçá, em julho de 2002. No total, foram indiciados quatro réus.

Antônio Herculano de Menezes e Gerson Calixto de Menezes a 13 anos e seis meses de reclusão, Manuel Lito Varjão da Silva a seis anos e nove meses de prisão e o réu Uilson Borges de França foi absolvido de todas as acusações.

A sentença proferida pelo juiz Fernando Antônio Sales de Abreu acatou parcialmente a denúncia oferecida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) e sustentada pelos promotores de Justiça Ernesto Cabral de Medeiros e Tiago Ávila de Souza.

De acordo com a denúncia, no dia 14 de julho de 2002, por volta das 17h30, os condenados preparam uma emboscada contra os 11 trabalhadores, que retornavam de um evento em Uauá.

Eles foram surpreendidos, na estrada que liga os municípios de Uauá e Curaçá, por um atirador em uma motocicleta. Um deles fingiu que estava consertando o veículo e induziu o grupo de trabalhadores a parar e prestar socorro. Foi nesse momento que o fogo foi aberto contra os ruralistas. Quatro deles foram atingidos.

O crime teria sido motivado por uma disputa de terras envolvendo as vítimas e os criminosos. O julgamento começou na terça-feira (21), às 9h e terminou às 3h da manhã do dia 22.

Nenhum comentário:

Postar um comentário