25 de jul de 2015

Santo Antônio de Jesus: Contratado para assassinato desiste do crime e desabafa em delegacia

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Como já dizia o ditado, se arrependimento matasse... Em um caso curioso, no município de Santo Antônio de Jesus, a 184 km de Serrinha, o provérbio foi contraditado. Um pistoleiro contratado para assassinar um jovem se arrependeu minutos antes de cometer o crime. Ele foi até a 4ª Coorpin (Coordenadoria Regional de Polícia do Interior) e confessou que foi pago para fazer o "serviço".

A coordenadoria explicou que o suspeito receberia R$ 700 para dar uma surra e, em seguida, matar um jovem com disparos de arma de fogo.

— Ele (suspeito) foi contratado por uma mulher para cometer o assassinato. Na hora de cometer o crime, ele chegou a atirar, mas falou que não queria que pegasse na vítima. Ele veio até a delegacia e nos disse que ligou para a mulher dizendo que tinha matado o jovem. Segundo ele, quando ela soube ficou muito feliz.

Conforme a Coorpin, o homem ainda chegou a ligar para o pai da vítima informando que a mulher queria o filho dele morto. No dia seguinte, a suspeita foi localizada pela polícia. Ela informou em depoimento que só queria dar uma surra na vítima.

Ainda de acordo com a polícia, a mulher é proprietária de um salão de beleza na cidade. O crime teria sido motivado após suspeitas de que o jovem teria subtraído a quantia de R$ 4.000 do estabelecimento comercial.

— Como não houve flagrante nem mandado expedido pela Justiça, não tivemos como decretar a prisão dela. Ela foi ouvida e liberada em seguida. Nós coletamos alguns áudios no celular dela comemorando ao pensar que o jovem tinha sido morto.

O suspeito não foi detido, já que não cometeu o crime. A Coordenadoria ressaltou que a Polícia Civil instaurou um inquérito processual para investigar o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário