6 de abr de 2018

ACM Neto confirma que não vai disputar o governo do estado

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O prefeito ACM Neto (DEM) informou nesta sexta-feira, 6, que não vai concorrer ao governo do Estado nas eleições de outubro. Em discurso emocionado, o democrata disse que "ouviu seu coração" e que por isso pretende continuar à frente da prefeitura de Salvador.

"Eu quero dizer que falando com a máxima de sinceridade. Eu amo o que eu faço, eu amo essa prefeitura. Nesse momento, eu não consegui me separar da prefeitura. Essa é a verdade", afirmou o democrata que era cogitado como possível candidato da oposição.

A declaração foi feita durante inauguração da urbanização da Comunidade Guerreira Zeferina. O prazo para desincompatibilização dele do governo municipal terminaria neste sábado, 7, seis meses antes das eleições.

Dificuldade - Neto reconheceu que teve dificuldade em tomar uma decisão e que chegou a conversar com políticos, amigos e familiares. Ele afirmou que sonha em ser governador da Bahia desde que acompanhou a terceira gestão do avô ACM no Estado, em 1971. "Foi ali que decidi que queria ser político, vendo meu avô".

Apesar do desejo de governar, o prefeito de Salvador garantiu que quer continuar o trabalho no governo municipal e tentou desvincular sua decisão de questões políticas. "Eu não vou criar situações. Não tem nada a ver com política. Se fosse por política, eu seria candidato", disse, evitando também falar de adversários políticos.

Candidato - O presidente do DEM não quis confirmar quem será o candidato da oposição em seu lugar. De acordo com ele, a decisão não depende apenas dele. Mas aproveitou o evento para elogiar o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), que estava ao seu lado.

De acordo com ele, Zé Ronaldo "está mais do que preparado para construir o futuro da Bahia". Os partidos da oposição devem se reunir para negociar a composição da chapa majoritária.

Vice - O prefeito ainda ressaltou que sua decisão de não deixar a prefeitura não tem relação com sua confiança no seu vice Bruno Reis. "Eu quero dizer a vocês que se minha decisão hoje fosse a de renunciar a prefeitura, Salvador estaria entregue em mãos excelentes", disse Neto, elogiando a lealdade e amizade do vice e ressaltando a trajetória de trabalho dos dois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário