18 de abr de 2018

Doze mortes por gripe do tipo H1N1 são registradas na Bahia; número de casos confirmados sobe para 53

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Doze mortes foram registradas em decorrência da gripe H1N1 na Bahia, segundo boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), na manhã desta quarta-feira (18). Os dados são referentes até o dia 14 de abril.

De acordo com a Seab, subiu para 53 o número de casos confirmados no estado [incluindo os 12 óbitos]. As ocorrências foram registradas em 16 municípios e os óbitos ocorreram em cinco deles. Salvador registrou oito mortes. Os outros municípios foram Camaçari (1); Lauro de Freitas (1); Saúde (1) e Serrinha (1).

Cinco dos 12 óbitos foram registrados em pessoas maiores de 60 anos, enquanto três deles em menores de dois anos. Além disso, duas mortes foram em pacientes entre 20 a 29 anos, um óbito na faixa etária de 2 a 4 anos e outra morte notificada entre pacientes de 40 a 49 anos.

O último balanço da Sesab contabilizava 11 mortes por H1N1 e 49 casos confirmados no estado. Uma das vítimas foi um idoso de 61 anos, que morreu com a gripe na cidade de Serrinha. A morte ocorreu no dia 11 de abril e o resultado do exame que acusou H1N1 saiu na sexta-feira (13).

Outra morte confirmada por H1N1 foi a de um bebê de um ano, no dia 10 de abril, em Feira de Santana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário