1 de out de 2016

Com greve dos bancários, Bahia completa um mês sem registro de ataques a bancos

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Com a greve dos bancários, iniciada no dia 6 de setembro, a Bahia terminou o mês com menor número de ataques de assaltantes a bancos. Dos 417 municípios baianos, nenhum caso de assalto a banco foi registrado nos trinta dias entre 29 de agosto e 29 de setembro. O levantamento foi realizado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA) e aponta que o período foi o maior deste ano, mantendo zerado o número de casos em todo o estado.

Segundo dados da Superintendência de Gestão Integrada da Ação Policial (Siap) da SSP, o penúltimo ataque a banco ocorrido na Bahia foi à agência do Bradesco do município de Quixabeira, e no último dia 30, em Aratuípe. A redução foi de 63% se comparados os meses entre janeiro a setembro dos anos de 2016 e 2015.

"Um resultado conquistado por todos os policiais que se dedicam à prevenção e repressão deste tipo de crime, que demanda muito empenho e trabalho integrado", afirmou o secretário Maurício Teles Barbosa.

O delegado Maurício Moradillo, coordenador de Repressão a Roubos Contra Instituições Financeiras do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), atribui a redução ao enfraquecimento do poder de fogo das quadrilhas especializadas, a desarticulação de grupos e ao aumento da apreensão de armamentos de grosso calibre, utilizados nos ataques. Até agosto deste ano, quase quatro mil armas foram apreendidas pela polícia baiana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário