19 de out de 2016

PF faz balanço da operação que ocorreu em Araci, Euclides da Cunha e outras cinco cidades

Redação Portal Cleriston Silva PCS

Operação em Araci
A segunda fase da Operação “Prima Facie” faz um balanço da ação que cumpriu três dos sete mandados de prisão e três dos seis mandados de condução coercitiva. A operação investiga uma organização criminosa especializada em fraudes de licitações e desvio de recursos públicos em contratos de transporte escolar.

Na manhã desta quarta-feira (19), a ação instaurada pela Polícia Federal (PF) nas cidades de de Araci, Crisópolis, Euclides da Cunha, Monte Santo, Paripiranga, Ribeira do Pombal e Sátiro Dias, apurou as irregularidades identificadas nas companhias, que segundo a PF por muitas vezes estavam em nome de ‘laranjas’. A ação criminosa direcionava recorrentemente as licitações para determinadas empresas controladas por um grupo empresarial da região.

De acordo com a Polícia Federal não houve apreensão de bens, nem de valores, nessa fase o foco é colher materiais e indícios que possam vir a comprovar as fraudes. A primeira fase da “Prima Facie” teve início em dezembro de 2015.

Nenhum comentário:

Postar um comentário