7 de out de 2016

Aposta política pode ter motivado assassinato de empresário em Coité

Redação Portal Cleriston Silva PCS

O delegado Mozart Cavalcanti, coordenador da 15ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (15ª Corpin/Serrinha), informou, nesta sexta-feira (7), que a polícia investiga se uma aposta feita pelo empresário Edmilson da Silva Santos Filho durante o período das eleições municipais tem relação com o crime.

Edmilson foi morto a tiros na noite de quinta-feira (6), na frente da casa onde morava, perto da Praça da Fonte Luminosa, na Rua Wercelêncio Calixto da Mota, em Conceição do Coité. O empresário, que tinha um estabelecimento de materiais de construção, abria o porta-malas do carro para colocar a bagagem da filha, que iria participar de uma excursão, quando foi assassinado.

De acordo com o delegado Mozart Cavalcanti, homens armados chegaram em um carro preto. "Um dos ocupantes desceu e efetuou três tiros na vítima, que morreu ainda no local", destacou. O delegado não informou se a filha do empresário estava no local no momento do crime. Também não há informações sobre os suspeitos.

"A nossa primeira linha de investigação é que isso esteja relacionado com uma aposta que ele fez durante as eleições. Ele era partidário do atual prefeito da cidade e teria feito uma aposta que o prefeito seria reeleito. Ele ganhou a aposta, porque o prefeito conseguiu se reeleger. Agora, a nossa suspeita é que os devedores possam ter praticado o crime. Temos essa suspeita porque ele [o empresário] não tinha envolvimento com nada de errado", destacou.

O delegado informou que algumas testemunhas já foram ouvidas, mas que pretende colher mais depoimentos para tentar esclarecer o crime. "Tanto o delegado de Conceição de Coité quando a polícia de Serrinha estão empenhados em investigar esse crime", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário